Nova falha de Luan pelo Palmeiras foi último acontecimento necessário para tempestade perfeita

Lucas Humberto
·2 minuto de leitura

Derrotas dolorosas exigem culpados. O esporte em geral sempre se comportou desta maneira e dificilmente irá mudar. É possível um só jogador ser culpado pelo insucesso dos outros 10? Às vezes, sim. O caso de Luan no Palmeiras deixa até torcedores mais pacientes sem argumentos, afinal, que fase ruim dura tanto assim?

Aos 27 anos de idade, a maturação esportiva do zagueiro já deveria ter chegado. Ainda assim, ele segue cometendo erros de várzea, como no Mundial de Clubes ou mesmo no tempo regular da Supercopa, perdida nos pênaltis para o Flamengo. Quem, em sã consciência, iria tentar cavar uma falta tão próxima da área?

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Os problemas de Luan no Alviverde não são recentes, embora não tenham tido tanta evidência anteriormente pelo bom desempenho de Gustavo Gómez, visto que o paraguaio acabava jogando pelos dois. No entanto, em jogos de alta estratégia, nenhuma máxima é tão válida quanto 'duas cabeças pensam melhor que uma'.

Erros no ataque são comuns e, em certa medida, até esperados. Mas equívocos na defesa extirpam qualquer confiança do time e levam títulos de uma mão para outra. Quando se enfrenta o Flamengo, não é possível vencer sem dois zagueiros concentrados no grande jogo de xadrez que é tentar antecipar a construção do meio-campo e finalizações que poderão vir de todos os lados. E olha que Gerson nem estava nos seus melhores dias...

Assim, a performance atrapalhada de Luan ficou mais evidente do que nunca. E, quando ele teve a chance da redenção, bateu um pênalti completamente sem confiança. A situação do zagueiro na partida deste domingo (11), era o último acontecimento que faltava para formar uma tempestade perfeita ao seu redor. Uma vez que isso acontece e a confiança da torcida vai embora, não há mais lugar no clube.

Flamengo venceu a Supercopa do Brasil nos pênaltis. | Buda Mendes/Getty Images
Flamengo venceu a Supercopa do Brasil nos pênaltis. | Buda Mendes/Getty Images