Nova camisa do Vasco traz coincidência e curiosidades históricas

Davi Fernandes

Após a apresentação do uniforme do Vasco, algo passou batido em meio à beleza dos uniformes. Pudemos notar que o time apresentou as camisas junto a um modelo negro, provavelmente representando a luta que o time traz desde 1924 contra a exclusão de atletas negros ou de baixas condições financeiras, onde São Januário está envolvido nessa história.

- São Januário está intrinsecamente envolvido na luta do Vasco contra o racismo e contra o preconceito social. Ele é um monumento que representa duas coisas: primeiro a luta do Vasco contra essas coisas no futebol e segundo a demonstração da força da instituição contra aqueles que queriam enfraquecê-lo. O estatuto da Amea (federação da época) era claro, ele não queria que clubes montassem equipes competitivas, para ganhar um campeonato, com jogadores das camadas mais populares. A base do Vasco era com esses jogadores. Isso não é papo de vascaíno. Estou falando como historiador. Eles, infelizmente, tomaram posturas institucionais racistas e preconceituosas contra os jogadores das camadas populares. Isso não tem como apagar. Os jornais da época estão aí para provar, boa parte da memória oral da época foi materializada em livros, inclusive por Mário Filho no 'Negro no Futebol Brasileiro - disse Walmer Peres, historiador do Centro de Memória do Vasco, ao LANCE!, para a série especial dos 90 anos de São Januário.

No entanto essa escolha veio naturalmente da patrocinadora e do clube, que acabou sendo uma feliz coincidência

- Não tivemos exigência na escolha do modelo, a Umbro nos mandava a proposta e íamos aprovando ou não, acabou que eles nos mandaram o modelo e nós aprovamos o mesmo, acabou que foi uma boa coincidência e natural - falou Marco Monteiro, vice-presidente de Marketing do Vasco, ao LANCE!.

O maior problema entre a marca e o clube era encontrar uma data para a apresentação do novo uniforme, já que os lojistas estavam com problemas para encontrar a camisa vascaína para repor em seus estoques, pois a patrocinadora parou de fabricar o modelo antigo desde o final do ano passado para se dedicar ao novo uniforme.

-Estávamos em dúvida apresentar a camisa em abril (aniversário de 90 anos do São Januário) ou maio (começo do Campeonato brasileiro) mas os lojistas estavam ficando sem reposição para as camisas do modelo 2016, pois a Umbro estava desde o final do ano passado sem produzi-las para focar no modelo atual. Por isso escolhemos lançar o mais rápido possível, coincidindo na data de aniversário do estádio - continuou Marco.

Diferente dos seus rivais o Vasco optou por não utilizar seus jogadores na apresentação por conta da dúvida com a data de lançamento dos uniformes e também para manter o foco nas competições, pois os mesmos estão no meio da temporada.

A estreia da camisa será neste sábado, na semifinal do Campeonato Carioca contra o Fluminense, no Maracanã.









E MAIS: