Notícias do dia - O que você precisa saber para começar o sábado

Yahoo Notícias
Bolsonaro e Moro trocaram acusações ao longo da sexta-feira (Reuters)
Bolsonaro e Moro trocaram acusações ao longo da sexta-feira (Reuters)

Moro apresenta provas contra Jair Bolsonaro no Jornal Nacional; 'Nunca pedi que a PF blindasse a mim', diz Bolsonaro; Efeito Moro: Dólar chega a R$ 6,91; Ibovespa cai 5%; Centrão diz não haver clima para impeachment; Coronavírus: Brasil tem 3.670 mortes e 52.995 casos

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

O que você precisa saber para começar o sábado, 25 de abril:

Moro apresenta provas contra Jair Bolsonaro no Jornal Nacional

Entre as acusações, Moro disse que o presidente tentou ter informações privilegiadas de investigações que o envolvem no Supremo Tribunal Federal (STF). Ao Jornal Nacional, Moro mostrou capturas de tela de uma conversa no WhatsApp entre ele e o presidente. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Leia também

'Nunca pedi que a PF blindasse a mim', diz Bolsonaro

O presidente afirmou que pediu informações sobre as atividades da PF a Moro para "bem decidir o futuro dessa nação". "Nunca pedi a ele o andamento de qualquer processo até porque com ele a inteligência perdeu espaço na Justiça." LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Efeito Moro: Dólar chega a R$ 6,91; Ibovespa cai 5%

A agitação política acabou gerando incertezas sobre o futuro do país, que já enfrenta a crise do coronavírus. A pressão sobre investidores também fez o dólar disparar: após bater R$ 6,91 em algumas casas de câmbio e R$ 5,72 na cotação nominal, moeda fechou o dia avaliada em R$ 5,65 - alta de 2,33%. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Centrão diz não haver clima para impeachment

Líderes do agrupamento de siglas como PP, PL, Republicanos, PTB, Solidariedade e PSD -esse último nega fazer parte oficialmente-, passaram as últimas semanas em encontros com Bolsonaro, que negocia a expansão da distribuição de cargos e emendas a essas legendas com o objetivo de criar uma base mínima que evite, exatamente, o desenrolar de um processo de impeachment. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Coronavírus: Brasil tem 3.670 mortes e 52.995 casos

O ministério - agora comandado por Nelson Teich -, porém, tem informado que o número real de casos tende a ser maior, já que são testados apenas os casos graves, de pacientes internados em hospitais, e há casos represados à espera de confirmação. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Leia também