Nota do GSI a “jornalistas mal informados” diz que segurança na Esplanada é feita pela PM

Yahoo Notícias
Em nota, GSI explica que segurança na Esplanada é responsabilidade do GDF (Photo by Andressa Anholete/Getty Images)
Em nota, GSI explica que segurança na Esplanada é responsabilidade do GDF (Photo by Andressa Anholete/Getty Images)

O Gabinete de Segurança Institucional (GSI) divulgou uma nota oficial, nesta quarta-feira (17), aos “jornalistas mal informados” para esclarecer que a segurança da Esplanada dos Ministérios e da Praça dos Três Poderes não é responsabilidade do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

E nos siga no Google News:

Yahoo Notícias | Yahoo Finanças | Yahoo Esportes | Yahoo Vida e Estilo

“Por isso, no último sábado, coube ao GDF [Governo do Distrito Federal] desmontar o acampamento dos ‘300 do Brasil’ e, por intermédio da PMDF, acompanhar os manifestantes que se dirigiram ao Congresso Nacional e ao Supremo Tribunal Federal”, diz o texto.

Leia também

A nota seria uma resposta a informações que circularam na imprensa de que a Polícia Militar do Distrito Federal, cujo subcomandante foi exonerado por omissão em relação ao ataque ao Supremo Tribunal Federal, estava de acordo com o GSI.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, exonerou no domingo o subcomandante da PM Sérgio Luiz Ferreira de Souza. O comandante, coronel Julian Pontes, está afastado por Covid-19, razão por que Souza estava à frente da corporação, que nada fez diante do ataque ao Supremo.

O GSI é chefiado pelo general Augusto Heleno, que já participou de manifestações que pregavam o golpe de Estado, ao lado do presidente Jair Bolsonaro.

Em sua conta no Twitter, o chefe do GSI afirmou que "nenhum integrante dos órgãos do Sistema Brasileiro de Inteligência seria autorizado a 'combinar', com manifestantes, uma ação desse tipo", referindo-se aos fogos de artifício atirados contra o Supremo.


Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Leia também