Nos pênaltis, Villareal vence Manchester United e conquista Liga Europa

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·4 minuto de leitura
Villarreal vence Manchester United nos pênaltis e conquista pela primeira vez a Liga Europa
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O Villareal conquistou pela primeira vez o título da Liga Europa ao vencer numa longa disputa de pênaltis (11-10) o Manchester United, após empate por 1 a 1 no tempo normal e na prorrogação, nesta quarta-feira, na partida disputada na cidade polonesa de Gdansk.

No tempo normal, o atacante Gerard Moreno abriu o marcador para a equipe espanhola (no minuto 29), enquanto o uruguaio Cavani igualou na segunda etapa (55) para os ingleses.

Após a manutenção do placar nos 3o minutos da prorrogação, a decisão foi para os pênaltis. Todos os 20 jogadores de linha, dos dois times, acertaram suas cobranças e coube aos goleiros a definição do duelo.

Rulli converteu sua cobrança, mas David de Gea bateu rasteiro, no canto esquerdo, permitindo a defesa do espanhol e o primeiro título na elite do futebol na história do Villarreal.

Além disso, em sua quinta final neste torneio continental, o treinador do time da Espanha, Unai Emery, se tornou o primeiro a levantar pela quarta vez o troféu da competição, depois de três vitórias à frente do Sevilla, superando assim o técnico italiano Giovanni Trappatoni.

Com esta conquista, o "Submarino Amarelo" volta a disputar a Liga dos Campeões na próxima temporada, mas antes tem a oportunidade de alcançar um segundo título europeu, com a Supertaça que será disputada em agosto contra o vencedor da atual edição do principal torneio continental, Manchester City ou Chelsea.

- Título inédito e invicto -

Em 98 anos de história, o Villareal havia sido campeão apenas da terceira divisão espanhola e nunca tinha alcançado uma final de um torneio europeu, enquanto seu adversário desta quarta já havia erguido três Ligas dos Campeões, uma Liga Europa e inúmeros títulos na elite inglesa.

E os espanhóis, que chegaram a este decisão na Polônia sem uma derrota nas fases anteriores, conseguiram neutralizar as ações ofensivas da equipe inglesa na primeira etapa e abriram o placar graças o artilheiro Gerard Moreno.

Em cobrança de falta, o lateral Foyth colocou a bola dentro da área do time da Inglaterra e o atacante foi mais rápido que a marcação e tocou com pé direito para balançar as redes em Gdansk.

Com este gol, Gerard terminou como um dos artilheiros da competição, ao lado de Borja Mayoral (Roma), Pizzi (Benfica), Yusuf Yazici (Lille ), todos com sete. Além disso o atacante se igualou ao italiano Giuseppe Rossi como maior artilheiro da história do clube espanhol, com 82.

Depois de segurar bem pressão dos ingleses na primeira etapa, Villareal viu o adversários empatarem logo no início do segundo tempo, quando Cavani aproveitou um rebote na área espanhola, após cobrança de escanteio, para deixar o dele (55).

O Manchester seguiu pressionando em busca da virada, mas o equipe espanhola se fechou na defesa, levando assim a partida para a prorrogação.

Nos 30 minutos seguintes, pouco foi criado e a decisão do título acabou indo para a loteria dos pênaltis.

Todos os 20 jogadores de linha converteram suas cobranças e coube aos goleiros a definição do duelo.

Rulli bateu com perfeição e jogou a pressão sobre os ombros de De Gea. Na sua vez, o arqueiro do Manchester United bateu rasteiro, facilitando a defesa do adversário, que espalmou a bola, garantindo assim a conquista inédita e invicta do Villareal.

- Ficha técnica da final da Liga Europa:

Villarreal x Manchester United 1-1 (1-0, 1-1, 1-1, 1-1)

Villarreal venceu nas cobranças de pênaltis (11 - 10)

Estádio: PGE Arena, em Gdansk (Polônia)

Público: 9.500 espectadores

Árbitro: C. Turpin (FRA)

Gols:

Villarreal: Gerard Moreno (29)

Manchester United: Cavani (55)

Cobranças de pênalti convertidas:

Villarreal: Gerard Moreno, Raba, Paco Alcácer, Moreno, Parejo, Moi Gomez, Albiol, Coquelin, Mario Gaspar, Torres, Rulli

Manchester United: Mata, Telles, B. Fernandes, Rashford, Cavani, Fred, James, Shaw, Tuanzebe, Lindelöf

Cobrança de pênalti perdida:

Manchester United: De Gea

Cartões amarelos:

Villarreal: E. Capoue (54), Foyth (84)

Manchester United: Bailly (82), Cavani (113)

Equipes:

Villarreal: Rulli - Foyth (Mario Gaspar 88), Albiol (cap), Torres, Pedraza (Moreno 88) - Pino (Paco Alcácer 77), E. Capoue (Raba 120+3), Parejo, Trigueros Munoz (Moi Gomez 77) - Gerard Moreno, Bacca (Coquelin 60). T: Unai Emery

Manchester United: De Gea - Wan-Bissaka (Mata 120+3), Bailly (Tuanzebe 116), Lindelöf, Shaw - Pogba (James 116), Greenwood (Fred 100), McTominay (Telles 120+3), B. Fernandes (cap), Rashford - Cavani. T: Ole Gunnar Solskjaer

gr/mcd/lca

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos