Inter perde para Caxias mas vai à final nos pênaltis

MARINHO SALDANHA

PORTO ALEGRE, RS (UOL/FOLHAPRESS) - Aos 4 minutos de jogo, o herói do último jogo do Inter, Marcelo Lomba, se lesionou em uma cobrança de tiro de meta. Sinal de que a tarde não seria fácil para os colorados. E não foi mesmo.

Neste domingo (23), o time de Antonio Carlos Zago jogou mal, viu Brenner ser expulso, perdeu por 1 a 0 e só não ficou ainda pior porque o goleiro Keiller pegou um pênalti no segundo tempo. O resultado levou a decisão para as cobranças de penalidades e brilhou novamente a estrela do goleiro. Vitória por 5 a 4.

O JOGO

Inter e Caxias fizeram 20 minutos de uma partida entre iguais. Sem conseguir criar oportunidades claras, nenhum dos dois lados tinha chegado perto de abrir o placar. Muitos erros de passes até então, falhas coletivas e individuais abreviavam ataques. Mas aos 21 minutos, uma jogada tramada em que o Inter conseguiu trocar uma série de passes virou oportunidade evidente. Rodrigo Dourado enfiou para Edenílson, que driblou o goleiro e ficou com a meta aberta. Ao concluir, acertou a trave.

E o destino cobrou caro. Quatro minutos depois Wagner cruzou e Julio Cesar abriu o placar para o Caxias aproveitando-se de falha individual de Alemão na marcação.

O Internacional tentou sair para o ataque depois do gol. Mas não conseguiu. Salvo uma reclamação de pênalti em lance com Nico López, o Inter pouco conseguiu. Com linhas adiantadas e volantes "colados" em D'Alessandro, os donos da casa pouco sofreram. E ainda rondaram o gol defendido por Keiller. Ao fim do primeiro tempo, a equipe grená era absoluta na partida e já tinha acabado com a vantagem vermelha.

Quatro dias depois de eliminar o Corinthians nos pênaltis da Copa do Brasil, o Inter conseguiu repetir feito e venceu o Caxias por 5 a 4. Sem Marcelo Lomba, Keiller parou a batida de Márcio e garantiu o resultado.

ZAGO

O técnico Antonio Carlos Zago protagonizou uma cena curiosa no segundo tempo do duelo. Aos 10 minutos, em uma disputa de bola no lado do campo, foi empurrado por Elyeser. E tão logo foi atingido, caiu como se tivesse sido agredido no olho.

Na imagem, Elyeser empurrou Zago na altura do ombro e o treinador desabou no gramado. Zago pediu auxílio aos medicos do Inter e ficou caído no gramado. Depois colocou gelo por algum tempo no local. Mas alguns minutos depois já agia naturalmente.

Já no jogo de ida, Antonio Carlos foi protagonista de uma confusão com um médico do Caxias. Em uma discussão, acertou com o pé o tornozelo do profissional da equipe adversária. Por isso, foi denunciado no TJD-RS e poderá ser suspenso por até 12 jogos.