Nos pênaltis, Criciúma bate a Ponte Preta e avança na Copa do Brasil

LANCE!
·1 minuto de leitura


Deu Criciúma. No Heriberto Hulse, o Tigre ficou na igualdade por 1 a 1 no tempo normal com a Ponte Preta, mas levou a melhor na disputa de pênaltis por 5 a 4. Melhor para o clube catarinense, que avança e carimba uma vaga na Terceira Fase da Copa do Brasil.

Equilíbrio nos 45 minutos iniciais

A primeira etapa foi agitada. Os dois times buscaram o campo de ataque e a Ponte foi até mais perigosa. Nas duas principais oportunidades, Apodi assistou ao finalizar de bicicleta e carimbar o poste. Na vez de João Veras, cara a cara com o goleiro, mandou para fora. Enquanto isso, o Criciúma teve uma chance com Alemão. Sozinho, na pequena área, o zagueiro errou.

Camilo decisivo

Na etapa final, o camisa 10 da Macaca, Camilo chamou a responsabilidade e na bola parada abriu o marcador. Em cobrança de falta, a bola passou por todo mundo e morreu no fundo da rede, 1 a 0.

Golaço do Tigre

Não demorou muito para sair a igualdade no marcador. Na cobrança de escanteio, João escorou e Philipe Maia, de voleio, fuzilou para dentro da rede da Ponte Preta, 1 a 1.

Penalidades

Na marca da cal melhor para o Criciúma. O Tigre teve 100% nas cinco cobranças e viu a Ponte desperdiçar o chute de Vini Locatelli. No fim, 5 a 4 e festa do time catarinense.