'Nos anos seguintes a Guardiola, não tivemos sucesso. Era como estar no Faroeste', dispara Muller à Ancelotti


Carlo Ancelotti foi a grande aposta do Bayern de Munique após a saída de Pep Guardiola. O treinador italiano foi chamado para tentar ganhar títulos com o clube alemão. No entanto, durou apenas pouco mais de um ano. Um dos motivos diz que foi o boicote que ele sofreu pela equipe. Vários jogadores não ficaram satisfeitos com seus métodos.

Müller era um desses atletas. Anos depois, ele lançou uma crítica sobre Ancelotti. Em uma entrevista ao 'The Athletic', o atacante abriu o jogo.

- Quando conseguimos estabilidade e controle do jogo, foi mais fácil para mim ter um impacto positivo. E nos anos após a partida de Guardiola não tivemos sucesso. De fato, às vezes era como estar no Faroeste. Brigamos, tudo o que aprendemos naqueles anos maravilhosos se foi. Tive a impressão de que tudo poderia acontecer. Talvez para os espectadores tenha sido ainda mais divertido assim - admitiu o atacante alemão.

Muller, sob comando de Ancelotti, deixou de ter tanto destaque quanto tinha com Guardiola e perdeu espaço no time alemão.






Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também