Nos acréscimos Avaí vira e bate o Brusque por 3 a 2 no Catarinense

Cardíacos devem ter cuidado ao assistir aos jogos do Avaí. A partida parecia estar nas mãos, ou melhor, nos pés do Brusque, que esteve na frente do placar por duas vezes. Entretanto, o Leão conseguiu virar aos 47 do segundo tempo e venceu por 3 a 2 no Augusto Bauer. O resultado deixa o Avaí a quatro pontos da atual líder Chapecoense.

O placar foi aberto logo aos quatro minutos, quando Leílson pegou sobra na entrada da área, após a bola bater no travessão em cobrança de falta de Assis, e mandou para o fundo da rede.

No segundo tempo, o Avaí voltou determinado para a etapa final. Alemão diminuiu a diferença, aos 24 minutos, com gol de cabeça. Enquanto isso, o Brusque começava a sentir dificuldade para atacar, mas o técnico Pingo pôde comemorar logo depois, quando Carlos Aberto aproveitou erro da defesa do rival e marcou o segundo do Brusque.

Persistente, o Leão não deixou de pressionar e Romulo marcou o gol do empate, aos 35 minutos, após boa assistencia de Júnior Dutra. Vendo que o Brusque não conseguia avançar, o Avaí aproveitou os quatro minutos de acréscimos e virou com o Júnior Dutra, aos 47. O lance rendeu uma confusão dentro de campo entre a comissão do time da casa e o árbitro da partida, devido à posição de Júnior Dutra durante o terceiro gol do Avaí. Para apartar a discussão, a polícia precisou entrar em campo. Mas a arbitragem confirmou a validade do gol.

Sorte apenas para um na partida: A derrota acabou com as chances que o Brusque tinha de brigar pelo título do Campeonato Catarinense. Com seis pontos na tabela, a diferença para a líder Chapecoense chega a 10 pontos. Enquanto isso, o Avaí segue vivo na disputa pela taça, ocupando a vice-liderança, com 12 pontos, quatro a menos que a Chape.

FICHA DE JOGO

Brusque: Rodolpho; João Carlos, Cleyton, Neguette e Carlos Alberto; Mineiro (Diogo Roque), Boquita, Leilson e Assis (Manu); Eliomar e Michel Dougas.
Técnico: Pingo.

Avaí: Kozlinski, Leandro Silva, Betão, Alemão e Capa; Luan, Judson (Caio César) e Diego Jardel (Lourenço); Romulo, Junior Dutra e Denilson.
Técnico: Claudinei Oliveira.

Gols: Leilson (B), aos 4 minutos do 1ºT; Alemão (A), aos 24 minutos do 2ºT; Carlos Alberto (B), aos 33 do 2ºT. Romulo (A), aos 35 minutos do 2ºT, Júnior Dutra (A), aos 47 do 2ºT.

Cartões Amarelos: João Carlos (B); Kozlinski e Alemão (A).

Público: 1.441

Renda: R$ 25.939,00

Arbitragem: Ramon Abatti Abel, auxiliado por Thiago Americano Labes e Johnny Barros de Oliveira.

























E MAIS: