Norris estava "deprimido boa parte do tempo" em 1ª temporada na F1

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Lando Norris, da McLaren
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

LONDRES (Reuters) - Lando Norris, da McLaren, falou francamente sobre sua saúde mental nesta segunda-feira e admitiu que se sentiu deprimido com frequência no início de sua carreira na Fórmula 1, quando se questionou se era bom o suficiente.

Norris se tornou o piloto britânico mais jovem da história da modalidade ao estrear com 19 anos em 2019, mas, hoje com 21, virou um dos favoritos dos torcedores e um talento notável na pista.

Ele subiu no pódio quatro vezes nesta temporada, quase conseguindo sua primeira vitória no Grande Prêmio da Rússia do mês passado depois de largar na pole position, e está em quarto lugar na classificação geral.

Mas o jovem disse no programa This Morning da televisão ITV que, no começo, foi duro lidar com a pressão.

"Ao chegar na Fórmula 1 com 19 anos, há muitos olhos em você. Então lidar com todos estes tipos de coisas me cobrou um preço", disse.

"Sensações do tipo 'não sei o que vem agora, se isto der errado, se eu não sair na próxima sessão e correr bem, o que acontecerá, qual é o desfecho disto tudo? Será que estarei na Fórmula 1 o ano que vem?'"

"Se não, o que vou fazer? Porque não sou muito bom em muitas outras coisas na vida", acrescentou.

"Então tudo isso, e depois me sentir deprimido boa parte do tempo (por pensar que) se tiver um final de semana ruim, acho que não sou bom o suficiente e coisas assim."

Norris disse que as redes sociais aumentaram a pressão, mas que trabalhar com a equipe e a instituição de assistência mental Mind, que tem parceria com a McLaren, o ajudou a enfrentar a situação.

(Por Alan Baldwin)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos