No reencontro com o Flamengo no Maracanã, torcida vibra com Michael e xinga Rafinha, do Grêmio

·1 minuto de leitura


Foi uma espera longa, mas chegou ao fim. Após 553 dias longe do Maracanã, a torcida do Flamengo "voltou para casa" nesta quarta-feira, e se fez presente na partida contra o Grêmio, pela Copa do Brasil. No reencontro - cercado de expectativas e protocolos sanitários - os 6.446 torcedores assistiram à vitória por 2 a 0, com dois gols de Pedro, e participaram com muitos aplausos e vaias.

Não faltou apoio para o time de Renato Gaúcho, que garantiu a classificação e enfrentará o Athletico nas semifinais da Copa do Brasil. Com a escalação sendo anunciada no telão do Maracanã, os mais ovacionados foram Rodrigo Caio, Michael e Gabigol. Ao longo do jogo seguiu assim, com uma vibração maior a cada participação do zagueiro, que voltou a atuar após mais de dois meses.

O mesmo aconteceu com Michael, que vive grande fase e está nas graças da Nação. A cada arrancada, drible ou correria para pressionar a saída de bola do Grêmio, os torcedores do Flamengo reconheceram o esforço do camisa 19.

O mesmo amor não foi demonstrado a Rafinha, lateral que hoje defende o Grêmio. Um dos mais queridos pela torcida entre 2019 e 2020, até sua saída, o atleta passou despercebido nos primeiros minutos, mas, após cometer falta dura em Michael, que valeu o cartão amarelo, foram vaias e xingamentos.

Após o gol de Pedro, de pênalti, a festa ficou completa. Torcida cantando na arquibancada e o time, embalado pelo "olé" terminou com a bola nos pés. Ainda houve tempo de mais um do atacante, que fechou o placar no Maraca.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos