No Real Madrid dos experientes, os jovens têm feito a diferença na Champions

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

MADRI, ESPANHA (FOLHAPRESS) - Do time titular do Real Madrid que iniciou a partida desta quarta-feira (4) contra o Manchester City, que selou a classificação dos espanhóis à final da Liga dos Campeões, quatro jogadores já conquistaram quatro taças do torneio pelo clube: Carvajal, Casemiro, Luka Modric e Karim Benzema.

Toni Kroos, que também começou o confronto com os ingleses, não estava na equipe campeã da temporada 2013/ 2014, mas sim nos três títulos consecutivos entre 2016 e 2018, sob o comando de Zinedine Zidane.

Esse grupo de atletas, acostumado a ganhar e ganhar, forma o núcleo duro do time de Carlo Ancelotti, que desde o seu retorno ao Real exaltou a experiência do elenco especialmente para essa classe de duelos europeus. Entretanto, foram os garotos que, diante do City, mudaram a cara da semifinal e colocaram a equipe na decisão europeia.

Após a derrota no jogo de ida por 4 a 3, os madridistas precisavam buscar a vitória de qualquer forma no Santiago Bernabéu. Com a partida de volta empatada em 0 a 0 no segundo tempo, Ancelotti iniciou as mudanças que seriam decisivas para a vitória do Real.

Primeiro, sacou Kroos, 32, para a entrada de Rodrygo, 21. Depois do gol de Riyad Mahrez, tirou Casemiro, 30, e Modric, 36, e mandou a campo Asensio, 26, e Camavinga, 19, respectivamente. O meio-campista francês, dominante no campo todo, e o atacante brasileiro, com dois gols, transformaram o jogo.

Na edição desta quinta-feira (5), o diário Marca publicou que Camavinga "se multiplicou" e que Rodrygo "nasceu para a Champions".

O francês iniciou a jogada do primeiro gol do Real Madrid, com lançamento para Benzema, que encontrou o brasileiro na pequena área. Isso foi aos 45 minutos do segundo tempo. No minuto seguinte, o atacante aproveitou cruzamento de Carvajal e cabeceou para levar a partida à prorrogação.

No tempo extra, mais uma vez Camavinga apareceu para começar a jogada que desencadearia no pênalti sofrido por Karim Benzema. O próprio centroavante cobrou e anotou o 3 a 1, virada que confirmou a classificação dos espanhóis à final.

Não foi a primeira vez nesta Liga dos Campeões que os jovens reivindicaram o seu protagonismo. Contra o Chelsea, nas quartas de final, Ancelotti já havia usado o fôlego da dupla Camavinga e Rodrygo para tentar reverter a derrota parcial para os ingleses no Bernabéu.

A equipe de Thomas Tuchel vencia por 3 a 0 em Madri (resultado que a classificava) quando o treinador italiano ordenou a entrada dos dois –Camavinga por Kroos e Rodrygo por Casemiro. O brasileiro ex-Santos marcou e mandou o duelo para a prorrogação, na qual apareceu a figura de Benzema para fazer o 3 a 2 suficiente aos madridistas. Roteiro que se repetiu contra o Manchester City.

"Quando as partidas baixam um pouco de intensidade e você tem Camavinga, Valverde e Rodrygo frescos, você pode mudar o jogo com a energia que eles aportam", ​havia dito Ancelotti após superar o Chelsea nas quartas, citando também o meio-campista uruguaio, hoje uma das referências da equipe e titular diante do City.

Nesta quarta, na entrevista coletiva que concedeu depois da façanha no Bernabéu, o técnico voltou a elogiar o impacto positivo dos mais novos, mas fez questão de destacar a mescla que tem levado o Real a sonhar com sua 14ª taça de Champions.

"Kroos, Modric e Casemiro fizeram um grande trabalho durante 70 minutos. Um trabalho fantástico, sabíamos que poderia custar um pouco mais para eles próximo do final [da partida]. O futuro do Real Madrid está assegurado. Esses três vão seguir e atrás deles vêm jovens de grande qualidade", afirmou o italiano.

No Real Madrid dos experientes e multicampeões, há garotos com muita fome de colocar seus nomes na história do clube.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos