No Nilton Santos lotado, Botafogo e Juventude empatam pelo Brasileirão

Botafogo ficou apenas no empate contra o Juventude (Fernando Alves/ECJuventude)


Não foi neste domingo que o torcedor do Botafogo viu a primeira vitória do clube em casa neste Brasileirão. O Alvinegro empatou por 1 a 1 com o Juventude no Estádio Nilton Santos em jogo válido pela 5ª rodada do torneio. Pitta e Diego Gonçalves fizeram os gols.

Com o empate, o Botafogo chegou a cinco pontos e ocupa a 11ª colocação na classificação, mas ainda pode perder posições pelo andamento da rodada. O Juventude segue sem vencer, tem dois pontos e é o penúltimo.

As equipes voltam a jogar no próximo domingo pela 5ª rodada do Brasileirão. O Botafogo tem clássico contra o Flamengo às 11h no Estádio Mané Garrincha, em Brasília. O Juventude também terá um confronto regional: medirá forças com o Internacional às 19h no Alfredo Jaconi.

PRESSÃO ALVINEGRA!
Empurrado pela torcida, o Botafogo começou em cima. Dominando o meio-campo e tendo facilidade nas viradas de jogo, o Alvinegro era soberano na posse de bola. O time teve uma boa chance em uma trama envolvendo Daniel Borges e Chay, mas o chute do camisa 14 passou pelo direito do gol.

O Botafogo tinha a bola, mas não transformava em chances efetivas. O time até conseguiu chegar no campo ofensivo, mas os jogadores se confundiam e erravam passes que pareciam ser até simples. Enquanto isso, o Juventude pouco ofereceu ao gol de Gatito. O resumo: primeiro tempo zerado.

PRECISOU DE UMA CHANCE...
O segundo tempo teve cenário parecido: Botafogo com a bola, pressionando, mas sem o 'toque final' para chegar ao gol. O Juventude, por outro lado, precisou de apenas uma chance para marcar. Em falha da defesa, Pitta se adiantou a Philipe Sampaio, deixou o zagueiro no chão e finalizou para abrir o placar.

DE VOLTA PRO JOGO!
Luís Castro chamou Diego Gonçalves e Matheus Nascimento imediatamente após o gol do Juventude. E os dois estiveram envolvidos no gol de empate do Botafogo. O jovem recebeu na direita, fez jogada individual de categoria e viu uma finalização bater na mão de Paulo Miranda dentro da área.

Na cobrança, Diego Gonçalves bateu com perfeição, deslocou o goleiro César e empatou. Foi o suficiente para fazer a torcida explodir.

LÁ E CÁ
O fim de jogo foi intenso e um pouco louco. O Botafogo se lançou ao ataque em busca do empate e deu espaço para o Juventude no contra-ataque. O Papo quase marcou o segundo, quando Capixaba chutou por cima após uma batida de roupa de Gatito.

No fim, a partida terminou em igualdade. A torcida ensaiou algumas vaias no último apito do árbitro.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO X JUVENTUDE

Data-Hora: 01/05/2022, às 11h
Local: Estádio Nilton Santos
Árbitro: Bráulio da Silva Machado (FIFA - SC)
Assistentes: Alex dos Santos (SC) e Thiaggo Americano Labes (SC)
VAR: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (RN)
Gramado: Bom
Cartões amarelos: Philipe Sampaio e Victor Sá (BOT); Paulinho Moccelin, Rodrigo Soares, Marlon, Paulo Miranda e Pitta (JUV)
Cartões vermelhos:

Gols: Isidro Pitta (0-1, 18'/2ºT); Diego Gonçalves (1-1, 37'/2ºT)

BOTAFOGO: Gatito Fernández; Saravia, Philipe Sampaio, Cuesta, Daniel Borges; Luís Oyama, Patrick de Paula (Tchê Tchê 13'/2ºT); Gustavo Sauer (Diego Gonçalves 22'/2ºT), Chay (Matheus Nascimento 22'/2ºT), Victor Sá; Erison (Vinícius Lopes 47'/2ºT). Técnico: Luís Castro.

JUVENTUDE: César; Rodrigo Soares (Rômulo/Intervalo), Paulo Miranda, Rafael Forster, William Matheus; Yuri, Jadson; Capixaba (Jean 44'/2ºT), Marlon (Chico/Intervalo), Paulinho Moccelin (Guilherme Parede/Intervalo); Isidro Pitta. Técnico: Eduardo Baptista.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos