No Moisés Lucarelli, Ponte Preta vence o Brusque e sobe na classificação da Série B

Lucca comemora seu gol na vitória sobre o Brusque, em Campinas, pela Série B (Foto: Reprodução/Premiere)


Medindo forças pelo Campeonato Brasileiro da Série B, Ponte Preta e Brusque entraram em campo na noite deste sábado, pela 5ª rodada, no estádio Moisés Lucarelli. E quem se deu melhor foram os mandantes. Ainda na etapa inicial, Norberto, em um lindo arremate, marcou o primeiro, com Lucca, já na etapa final, fechando a conta em 2 a 0, garantindo assim mais uma vitória para a Macaca na competição.

Com o resultado, a equipe comandada por Hélio dos Anjos chegou aos 8 pontos, pulando para a 7ª colocação, enquanto o time comandado por Waguinho Dias, por conta do revés, acabou caindo para a 9ª colocação com 6 pontos somados.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

DONO DA CASA SAEM NA FRENTE LOGO INÍCIO

Fazendo valer o fator casa, a equipe da Ponte iniciou o confronto indo para cima do Brusque. Até meados dos 10 minutos, teve boas chegadas com Lucca e Ramon e Echaporã, porém nenhuma foi o suficiente para surpreender o goleiro Ruan Carneiro.

Aproveitando o bom momento, a Macaca, aos 14, finalmente abriu a contagem. Após boa jogada individual, Norberto tirou a marcação e, ao soltar uma bomba, mandou no ângulo para festa da torcida e do atleta no Moisés Lucarelli.

BRUSQUE CORRE ATRÁS DO PREJUÍZO

Na sequência, seguindo melhor, a Ponte não tirava o pé do acelerador visando aumentar sua vantagem. Sendo assim, em duas chegadas consecutivas, Lucca deu trabalho ao sistema defensivo adversário, mas não conseguiu balançar as redes.

Aos poucos, os visitantes foram conseguindo se soltar mais em campo. Com isso, até meados dos 30, deu um sufoco nos comandados de Hélio dos Anjos, tendo a melhor chance com Luiz Antônio, que depois de uma bomba, acertou a trave do gol defendido por Caíque França.

PONTE VOLTA A PRESSIONAR

Tentando encontrar mais um gol na partida para ficar mais tranquila, a Ponte Preta insistia em fazer ligações aos seus homens de frente. Em boas chegadas, criou perigo com Danilo Gomes, além de Artur, mas não obteve sucesso dando a deixa para a arbitragem colocar um ponto final na primeira etapa.

VOLTA PARA O SEGUNDO TEMPO

Precisando correr atrás do prejuízo, o Brusque sabia que o relógio seria mais um obstáculo no duelo. Entretanto, viu a Macaca disposta a não ceder espaços, conseguindo chegar com Lucca em uma das vezes, mas o chute do camisa 10 acabou parando na defesa de Ruan Carneiro, em dois tempos.

Optando por algumas trocas, Waguinho Dias então resolveu dar um novo gás ao seu time. Mesmo com algumas trocas, via a dificuldade na criação de jogadas pelos seus jogadores, além de ceder espaços em campo até meados dos 20 minutos.

LUCCA FECHA A CONTA

Sendo um dos mais acionados, o camisa 10, não quis saber de sair de campo sem marcar. Até que conseguiu. Aos 21, aproveitando rebote do arqueiro na cabeçada de Wallisson, apenas empurrou para o fundo das redes fazendo 2 a 0.

Com direito a novas substituições, porém agora dos dois lados, a Macaca passou a administrar o resultado. Tentando deixar o tempo passar, com direito até a cera feita pelo goleiro Caíque Gomes, que acabou sendo advertido com um cartão amarelo pelo árbitro, neutralizou as chegadas por parte do Brusque até o fim com direito a festa da torcida nas arquibancadas do Moisés Lucarelli.

FICHA TÉCNICA
PONTE PRETA 2x0 BRUSQUE

Data e horário: 30/04/2022, às 20h30 (de Brasília)
Local: Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)
Assistentes: Leirson Peng Martins (RS) e Lucio Beiersdorf Flor (RS)
VAR: Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ)

Cartões Amarelos: Danilo Gomes, 13'/1ºT; Caíque França, 39'/2ºT

Gols: Norberto, 14'/1ºT (1-0); Lucca, 21'/2ºT (2-0)

PONTE PRETA: Caíque França; Norberto (Bernardo, aos 23'/2ºT), Thiago Oliveira, Fábio Sanches e Artur; Amaral; Léo Naldi e Ramon (Wallisson, aos 10'/2ºT); Echaporã, Danilo Gomes (Nicolas, aos 16'/2ºT) e Lucca.
(Técnico: Hélio dos Anjos)

BRUSQUE: Ruan Carneiro; Pará (Toty, aos 27'/2ºT), Éverton Alemão, Bruno Aguiar e Airton; Rodolfo Potiguar, Wagner Balotelli (Matheus Trindade, aos 38'/2ºT), Luiz Antônio (Júnior Todinho, aos 11'/2ºT) e Diego Jardel (Jailson, aos 11'/2ºT); Fernandinho (Alex Ruan, aos 26'/2ºT) e Alex Sandro.
(Técnico: Waguinho Dias)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos