'No futebol medíocre que se pratica no Brasil, Renato pode funcionar no Flamengo', projeta Mauro Cezar

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


O Flamengo demitiu o treinador Rogério Ceni, campeão do Brasileirão 2020, neste sábado. Após áudio vazado e sequência negativa, Ceni deixa o clube e abre o período de especulações dos torcedores para saber quem será o novo treinador do Flamengo. Com Renato Gaúcho na mira, o jornalista Mauro Cezar usou seu perfil em rede social para opinar sobre um possível acordo com o ex-Grêmio.

+ TABELA: Confira a classificação do Brasileiro e saiba os próximos jogos

+ Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

- Se Renato Gaúcho acertar com o Flamengo, apesar dos últimos dois anos bem abaixo no Grêmio, pode dar certo? Seria difícil, mas em tese poderia funcionar. Como? Qual o caminho? (...) Se ele não mexer profundamente na estrutura, repetindo a conduta adotada há quase cinco anos, quando voltou ao Rio Grande do Sul, estará no caminho mais seguro, adequado, sem ferir as características do elenco - comentou ele no Twitter.

Querido por alguns e odiado por outros, o nome de Portaluppi é um dos mais comentados na rede social. Mauro Cezar acredita que a melhor solução para Renato seja manter a fórmula que acabou trazendo o sucesso de cinco temporadas dele no Grêmio: apostar no sucesso do antecessor, como no Tricolor foi com Roger Machado, e ajustar possíveis dificuldades.

- Assim, nesse futebol medíocre que se pratica no país, pode até funcionar. E há outra semelhança: como o Grêmio de Roger, o Flamengo de Rogério Ceni é/era time que controla o jogo pela posse de bola. A ver. Mas antes Renato e Flamengo precisam se acertar - digitou ele.

Além de Renato, o Flamengo trabalha com uma solução nacional como "Plano B". Renato Portaluppi foi multicampeão no Grêmio nos últimos cinco anos no clube. Pela equipe gaúcha, o treinador conquistou a Copa do Brasil de 2016, Libertadores da América de 2017, Recopa Sul-Americana de 2018, além dos estaduais de 2018, 2019 e 2020. Como jogador do Flamengo, venceu o Brasileirão de 1987 e a Copa do Brasil de 1990.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos