No dia do flamenguista, Zico pede calma à torcida: 'Não é hora de achar que tudo está errado'

·1 min de leitura

Dia do padroeiro do Flamengo, São Judas Tadeu, o 28 de outubro é comemorado também pela torcida rubro-negra como o dia do flamenguista. Ídolo máximo do clube, Zico aproveitou a data e foi às redes sociais mandar um recado tentar apaziguar os ânimos após a derrrota por 3 a 0 e a eliminação para o Athletico nesta quarta-feira, pela semifinal da Copa do Brasil.

"Sei que todos nós flamenguistas gostaríamos de estar comemorando, no dia do flamenguista, a ida para mais uma final. Não é hora de achar que tudo tá errado.O Flamengo tem mais uma grande final pela frente e essa turma já deu muitas alegrias aos rubro-negros e merecem apoio pra ir atras de mais um título", pediu o galinho, lembrando que o rubro-negro disputa a final da Libertadores contra o Palmeiras, no próximo dia 27.

Zico lembrou também a conexão do clube com a fé. Ele contou que durante os anos 70 e 80, quando fez história pelo rubro-negro, também recorria a pedidos de proteção ao padroeiro.

"Flamengo é raça, amor e paixão. Como é dia também de São Judas Tadeu, não custa nada sempre agradecer e pedir uma ajuda. Mesmo com aquele nosso grande time, fomos algumas vezes pedir proteção ao Santo Padroeiro do Mengão. Saudoso Padre Bessa, que rezava a missa com a camisa do Mengão por baixo da batina. Parabéns, flamenguista", encerrou o ídolo.

Fora da Copa do Brasil, o Flamengo tenta seguir na briga pelo Brasileirão em confronto direto. Neste sábado, a equipe recebe o líder Atlético Mineiro, às 19h30, no Maracanã.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos