No Coritiba, dirigente revela estratégia em busca por reforços

Lucas Drubscky (Divulgação/Coritiba)


O Coritiba observa o mercado da bola e tem a intenção de fazer mais contratações para aumentar o leque de opções disponíveis ao técnico português António Oliveira. A informação veio do próprio clube em entrevista recente dada pelo Head de Futebol, Lucas Drubscky.

- É o ideal, de quatro a cinco contratações. Vamos usar essa janela como reparadora de percurso. Podemos ter lesões, vendas. Estamos sempre vendo o bem do Coritiba. O nosso foco maior tem sido nisso. O fluxo maior de chegadas vai ser nesta janela de começo do ano - apontou o dirigente em coletiva.

>Veja as últimas do mercado da bola do LANCE!

O aspecto da postura da equipe do Alto da Glória na busca por essas peças também foi detalhado por Drubscky onde a ideia é não ter pressa para fazer as aquisições. Deixando claro, inclusive, ao citar o prazo que termina no mês de abril para concretizar as negociações e também sua compreensão de quais são suas funções dentro do clube:

- A gente não foca em um mercado específico. Estamos buscando jogadores que atendam o que temos de expectativa. Não estamos montando um time para o Paranaense. Temos a janela aberta até abril. Temos que ser cuidadosos. Na hora de pisar no acelerador, temos que pisar forte, como fizemos nos reforços que vieram.

- A função do executivo vai além de ser o condutor das contratações. E uma delas é essa cogestão técnica do grupo junto ao treinador. É um complemento, isso deixa a condução do elenco boa. Procuro ter uma relação próxima dos jogadores para estar atento a qualquer possível problema que possa surgir. São pessoas, sempre você corre o risco de ter algum entrave no caminho - arrematou.