No Castelão, Sampaio Corrêa atropela o Vila Nova e sobe na classificação da Série B

·3 min de leitura


Em confronto direto na luta contra o rebaixamento, Sampaio Corrêa e Vila Nova mediram forças na noite desta quinta-feira, no estádio Castelão, em São Luís, pela 35ª rodada do Brasileirão Série B. Tendo melhor volume de jogo por praticamente os 90 minutos, o Tubarão não tomou conhecimento do Tigre e chegou ao segundo triunfo seguido na competição, graças aos gols de Roney, Pimentinha e Léo Artur, fechando o placar em 3 a 0.

Com o resultado, o time comandado por João Brigatti chegou aos 46 pontos, pulando para a 10ª colocação. Já a equipe comandada por Higo Magalhães, por conta do tropeço, acabou caindo para a 13ª posição com seus 44 pontos.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

Sampaio tem início arrasador

Fazendo valer o fator casa, a equipe do Sampaio Corrêa tratou logo de ir para cima do Vila Nova atrás do seu gol. E se deu bem. Aos 3 minutos, Roney arriscou de fora contando com o desvio em Rafael Donato no meio do caminho tirando o goleiro Georgemy totalmente do lance. Placar aberto no Castelão.

Após o tento, o Tubarão continuou no mesmo ritmo. Até os 20 minutos, pouco o Tigre conseguiu tomar a posse de bola, conseguindo até mesmo se salvar em três tentativas seguidas sendo elas do autor do gol, Roney, além de Allan e Ciel, assustando o camisa 1 rival.

Goianos tentam equilibrar ações

Com o tempo passando, a equipe comandada por Higo Magalhães, aos poucos, equilibrou mais o duelo. Até meados dos 30 minutos, depois do sufoco passado, criou boas chances de chegar ao empate, sendo elas com Diego Tavares e Pedro Júnior, porém ambas acabaram indo para fora.

Já na reta final da etapa, o técnico João Brigatti ainda promoveu duas trocas, colocando Léo Artur e Maurício nos lugares de Eloir e Watson, respectivamente. Antes do apito final, Ciel ainda teve a chance de aumentar a vantagem da Bolívia Querida, porém acabou parando na defesa de Georgemy.

Mandantes iniciam segunda etapa ampliando marcador

Com os times voltando com mudanças para a etapa final, o panorama nos primeiros minutos não foi muito diferente do que ocorreu na etapa inicial. Até meados dos 10 minutos, Ferreira, Pimentinha e companhia bem que tentaram encontrar o gol, porém a defesa do Vila levou a melhor, afastando quando conseguia e deixando o técnico Higo Magalhães aliviado.

Entretanto, momentos depois, aos 13 minutos, Pimentinha, que havia tentado no lance anterior, novamente fez as arquibancadas do Castelão explodirem de alegria. Após receber de Léo Artur, o camisa 11 bateu rasteiro fazendo 2 a 0.

Bolívia Querida faz mais um e fecha a conta

Com o Tigre não demonstrando poder de reação, a equipe da casa não quis saber de tirar o pé do acelerador. Sendo assim, aos 27 minutos, Pimentinha retribuiu a assistência para Léo Artur, só tendo o trabalho de mandar para o fundo das redes.

Depois de novas substituições, o Tubarão praticamente administrou o resultado. Até os acréscimos, até os acréscimos dado pela arbitragem para festa da torcida em São Luís.

FICHA TÉCNICA
SAMPAIO CORRÊA 3x0 VILA NOVA

Data e horário: 11/11/2021, às 19h (de Brasília)
​Local: Estádio Castelão, em São Luís (MA)
Árbitro: Dyorgines José Padovani de Andrade (CBF-ES)
Assistentes: Fabiano da Silva Ramires (CBF-ES) e Vanderson Antonio Zanotti (CBF-ES)
VAR: Pericles Bassols Pegado Cortez (CBF-SP)

Cartões Amarelos: Eloir, 24'/1ºT; Jackson, 32'/2ºT; Éder Lima, 33'/2ºT; Willian Formiga, 42'/2ºT; Jean Silva, 43'/2ºT; Betinho, 47'/2ºT

Gols: Roney, 3'/1ºT (1-0); Pimentinha, 13'/2ºT (2-0); Léo Artur, 27'/2ºT (3-0)

SAMPAIO CORRÊA: Luiz Daniel; Watson (Maurício, aos 33'/2ºT), Allan, Nilson Júnior e Éder Lima; Betinho, Eloir (Léo Artur, aos 33'/1ºT) e Ferreira; Roney (Jean Silva, aos 23'/2ºT), Pimentinha (Gabriel Popó, aos 29'/2ºT) e Ciel (Jackson, no intervalo).
(Técnico: João Brigatti)

VILA NOVA: Georgemy; André Krobel, Rafael Donato, Renato Silveira e Willian Formiga; Pedro Bambu (Tiago Real, no intervalo), Éder e Arthur Rezende (Kallyl, aos 30'/2ºT); Diego Tavares (Kelvin, aos 36'/2ºT), Pedro Júnior (Rafael Silva, aos 12'/2ºT) e Alesson (Alan Grafite, aos 30'/2ºT).
(Técnico: Higo Magalhães)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos