No Bento Freitas, Brasil de Pelotas e Sampaio Corrêa ficam no zero pela Série B

Futebol Latino
·2 minuto de leitura


Em situações opostas no Campeonato Brasileiro da Série B, Brasil de Pelotas e Sampaio Corrêa entraram em campo na noite desta terça-feira (4), em partida adiada pela 5ª rodada, no estádio Bento Freitas.

Com o placar de 0 a 0, o Xavante chegou aos 22 pontos, pulando para a 13ª colocação. Já o Tubarão, com o empate fora de casa, chegou aos 27 pontos, assumindo a 6ª posição, ficando apenas três de distância do Juventude, hoje primeiro time no G4.

O jogo

Mesmo jogando longe de seus domínios, o Sampaio Corrêa iniciou o confronto pressionando o Brasil de Pelotas. Até meados dos 15 minutos, o time visitante ofereceu perigo ao goleiro Rafael Martins como no chute de Ferreira, além das investidas de Caio Dantas e companhia que davam trabalho ao sistema defensivo rival.

Na sequência, o panorama do confronto basicamente seguiu igual até meados dos 35 minutos. Neste período, a Bolívia Querida criou mais chances com Caio Dantas, além de seguir atenta às raras investidas por parte do Xavante como no cruzamento de Bruno José que foi afastado Luis Gustavo na hora certa.

Já na reta final da etapa, poucas foram as tentativas criadas por ambos os times, com exceção a de Dellatorre que arriscou um chute, mas que acabou desviado pelo zagueiro Joécio, sobrando para o goleiro Mota fazer a defesa.

Com a bola rolando para o segundo tempo, o Brasil iniciou com uma postura diferente do que foi nos primeiros 45 minutos, apostando em mais na ofensividade. Sendo assim, em uma das chegadas, Bruno José chegou a cruzar para Dellatorre, porém Marlon acabou levando a melhor para afastar o perigo da área do time maranhense.

Ainda na pressão, o Xavante buscava abrir a contagem no Bento Freitas de qualquer forma. Arriscando jogadas aéreas, como a cabeçada de Sousa, aos 12, para a defesa do goleiro Mota, os atletas do time da casa ainda reclamaram de mais um possível pênalti minutos mais tarde, após uma dividida entre Marlo e Danilo Gomes, mas que a arbitragem acabou mandando seguir o jogo.

Após a polêmica, o atacante por muito pouco não conseguiu abriu o placar. Em jogada individual, o camisa 11 mandou a bola na trave, fazendo com que o técnico Léo Condé ligasse o alerta mudando seu esquema tático inicial colocando Joazi e Diego Tavares nos lugares de Gustavo Ramos e Roney, respectivamente.

E se a situação já estava complicada para o Sampaio, aos 33 minutos. Após receber o segundo amarelo, Eloir acabou sendo expulso de campo, fazendo com que Aléssio Antunes aumentasse seu poder de ataque colocando Luiz Henrique e Gegê.

Em vantagem numérica, o Brasil passou a ficar mais com a posse de bola até o fim. No entanto, perdendo chances como a de Poveda, o marcador acabou não tendo alteração, dando a deixa para o juiz encerrar o duelo em Pelotas.