No Athletico-PR, vitória sobre o Melgar não amenizou cobrança de Paulo Autuori

·1 minuto de leitura


Ganhar do Melgar por 1 a 0 na última quarta-feira (19) pela Copa Sul-Americana foi essencial para as pretensões do Athletico-PR pensando em avançar para as oitavas de final. Todavia, o placar final não agradou de todo o diretor técnico Paulo Autuori.

>Situação atualizada de todos os grupos na Copa Sul-Americana

A situação ficou bastante explícita quando o dirigente falou sobre o desempenho da equipe em relação ao índice de aproveitamento das oportunidades claras de gol formuladas. Para ele, é necessário ser mais eficaz para considerar que o time deu o chamado "salto de qualidade":

- A gente quer continuar sólido e, para dar um salto de qualidade, temos que ser mais eficazes. Eficiência é fazer as coisas bem feitas. E eficácia é fazer a coisa certa, que é o gol. Temos sido eficientes quando criamos as oportunidades. Não temos sido eficazes.

No entanto, nem só de pontos positivos foi construída a análise de Autuori. Para ele, a forma como o Furacão tem conseguido se recompor na defesa é algo digno de elogios e envolve o posicionamento de todos os setores e não apenas da linha mais próxima a própria meta.

- Essa solidez, adquirimos ao longo do tempo. Você vê que o Santos trabalha muito pouco. O Bento, quando jogou, também praticamente não fez nada. E o sistema defensivo não tem a ver só com os quatro, tem a ver com toda a equipe - dissertou.

O último desafio na primeira fase da Copa Sul-Americana será fora de casa onde, no próximo dia 27 de maio, a equipe viaja até o Equador em visita ao Aucas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos