Niki Lauda aposta em pole de Vettel e perde dez euros

O ex-piloto austríaco Niki Lauda (D) com o chefe da F1 Bernie Ecclestone (E), em Kitzbuehel, dia 21 de janeiro de 2017

Niki Lauda, diretor não executivo da Mercedes, reconheceu neste sábado que perdeu dez euros para o diretor esportivo Toto Wolff, depois de apostar que o alemão Sebastian Vettel (Ferrari) seria o "pole position" do Grande Prêmio da China.

"Acho que ele estava feliz em perder essa aposta. Mas normalmente Niki não gosta de perder dinheiro", falou Wolff, mostrando a cédula para a imprensa presente no circuito de Xangai.

Antes, Lauda tinha declarado para a Sky Sport que apostou em Vettel porque "o carro parecia muito bem e porque é um grande piloto".

"Mas graças a Deus, Hamilton fez uma volta perfeita e por isso conseguiu a pole", continuou o ex-piloto.

Wolff destacou que as mudanças no regulamento provocaram uma "luta dura entre Mercedes e Ferrari".

Para o diretor da Mercedes, a escuderia italiana fez um trabalho extraordinário e tem que ser levada a sério.