Nike rescinde contrato com a Confederação Brasileira de Skate

LANCE!
·1 minuto de leitura


A Confederação Brasileira de Skate (CBSk) comunicou que a Nike rescindiu o contrato de patrocínio com a entidade. A decisão foi tomada de forma unilateral pela empresa, que teria alegado prejuízos causados pelo adiamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio para este ano.

Em fevereiro do ano passado, a então fornecedora havia anunciado os uniformes que a Seleção Brasileira vestiria no megaevento. Agora, a confederação busca alternativas para atender às necessidades da delegação.

"A Confederação Brasileira de Skate (CBSk) informa que, por uma decisão unilateral da Nike, a empresa de equipamentos esportivos optou por descontinuar o patrocínio à Seleção Brasileira de Skate. Foram alegados prejuízos pelo adiamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, o que levou a marca a decidir pela rescisão do contrato", disse a CBSk.

"A entidade manifesta que por todo o período da parceria fez questão de evidenciar de todas as formas o vínculo com a citada marca, cumprindo todas as cláusulas contratuais e que, desde o início da pandemia, buscou alternativas para a continuidade, entendendo o momento de dificuldade global", completa.

A CBSk disse que "lamenta a decisão da empresa a poucos meses do início das Olimpíadas e comunica que vem trabalhando em soluções para tais equipamentos/uniformes para o time brasileiro.

Estreante no programa dos Jogos Olímpicos, o skate é uma das modalidades com boas chances de medalha para o Brasil. Cada país pode levar até três atleta por modalidade (park e street) e por naipe (masculino e feminino).