Nikão faz de pênalti, Athletico-PR vence América de Cali na Colômbia e abre vantagem na Sul-Americana

·5 minuto de leitura
Brazil's Athletico Paranaense Nikao (L) celebrates with teammates after scoring a goal during his Copa Sudamericana round of 16 first leg football match against Colombia's America de Cali at the Hernan Ramirez Villegas stadium in Pereira, Colombia on July 13, 2021. (Photo by ERNESTO GUZMAN JR / POOL / AFP) (Photo by ERNESTO GUZMAN JR/POOL/AFP via Getty Images)

O Athletico-PR deu um importante passo rumo à classificação para as quartas de final da Copa Sul-Americana. Na noite desta terça-feira (13), o Furacão foi até a Colômbia e bateu o América de Cali por 1 a 0, com gol de Nikão, de pênalti. Assim, na volta, os comandados de António Oliveira podem empatar por qualquer placar para garantirem a vaga na fase seguinte.

>> Ouça o 'Segunda Bola', o podcast do Yahoo com Alexandre Praetzel e Jorge Nicola

Agora, as duas equipes voltam os olhos para as suas competições nacionais. Pelo Brasileirão, o Athletico-PR visita o Ceará no próximo sábado (17), às 17h. Já o América de Cali tem pela frente o Junior Barranquilla, em casa, no domingo (18), às 17h, pelo Clausura Colombiano. Furacão e Diablos Rojos fazem o jogo de volta pelas oitavas da Sul-Americana na próxima terça-feira (20), em Curitiba, às 21h30.

Leia também:

Quase uma surpresa
Os primeiros movimentos do jogo mostraram duas equipes tentando impor o seu estilo. Dessa maneira, o América de Cali deixou clara a sua ideia de sempre procurar o centroavante Adrián Ramos. Aos 3 minutos, após bola alçada na área, o colombiano conseguiu dar um leve desvio, que passou ao lado do gol. Caso tivesse direção, a bola entraria, visto que Bento saía mal da meta.

Por sua vez, o Athletico-PR tentou trabalhar mais a bola quando a tinha em seus pés, principalmente pelo lado esquerdo. Entretanto, o nervosismo ocasionou uma série de erros de passes, que dificultaram qualquer criação de chances reais de gol.

Pressão do Athletico-PR
Apesar do nervosismo inicial, o Furacão se encontrou em campo a partir dos 15 minutos. Vitinho tentou chute cruzado, mas errou o alvo. Na saída de bola dos colombianos, Léo Cittadini roubou a bola e serviu Nikão, que chutou prensado.

Com o lado esquerdo como o principal setor para atacar, Terans enxergou Nicolas avançando e acertou o lançamento. O lateral cruzou rasteiro e encontrou Nikão do outro lado. O camisa 11 tentou o cruzamento buscando Cittadini, que dividiu com a marcação. Na sobra, Richard bateu de primeira, mas errou o alvo.

Bento evita o pior
Depois da pressão dos brasileiros, o América de Cali voltou a se encontrar na partida e buscar a sua principal jogada: a bola aérea. Foi assim que, aos 31 minutos, Cortéz ganhou pelo alto e testou firme para o chão. Mesmo com a bola vindo forte e pingando no chão perto do seu corpo, Bento conseguiu espalmar.

O Athletico-PR passou a tentar diminuir o ritmo do seu adversário. Com o jogo mais calmo, a equipe voltou a levar perigo com Vitinho arriscando de fora e assustando Graterol. A inversão de jogo foi a principal arma do Furacão na etapa inicial, mas sem um centroavante fixo na área, os cruzamentos não surtiram efeito.

Não valeu!
As equipes mal voltaram do intervalo, e o Athletico-PR saiu na frente. Aos 2 minutos, Terans pegou sobra de bola no meio de campo e acionou Thiago Heleno. O zagueiro lançou Vitinho em velocidade. O atacante tirou dois marcadores e bateu no canto de Graterol, fazendo o primeiro do Furacão.

Contudo, apesar da festa dos jogadores, o árbitro foi chamado ao VAR para analisar um possível toque no braço de Terans. Após checar o vídeo, José Argote interpretou que o meia do Athletico-PR usou o braço para ganhar a dividida e anulou o lance.

VAR jogando a favor dessa vez
O Athletico-PR demorou a acertar o alvo nas finalizações, mas quando acertou foi letal. Aos 22 minutos, Nicolas rolou, e Marcinho soltou o pé da entrada da área, obrigando Graterol a salvar com a ponta dos dedos. No escanteio, Nikão cabeceou, e a bola bateu no braço de Ureña. Chamado pelo VAR, o árbitro assinalou a penalidade.

Confiante, Nikão pegou a bola e soltou a bomba no meio do gol. Graterol ainda chegou a tocar com o pé na bola, mas não o suficiente para evitar que ela morresse no fundo das redes. Logo após abrir vantagem, o Furacão por pouco não aumento. Léo Cittadini tentou chute de longe, que encobriu o goleiro adversário, mas passou por cima do travessão.

Athletico-PR assusta, América responde no fim
​Mesmo depois de ter seu gol anulado, Vitinho seguiu se movimentando no campo de ataque e buscando anotar o seu. Assim, aos 35 minutos, o atacante limpou para a perna esquerda e arriscou de longe. Graterol voou no canto esquerdo e espalmou para escanteio.

Sem muita criatividade com a bola nos pés, o América continuou apostando nas bolas aéreas visando a cabeça de Adrián Ramos. Aos 39, o atacante, mesmo desequilibrado, conseguiu desviar um cruzamento. Bento se esticou todo, não alcançou, mas viu a bola sair rente à trave. No mais, o Furacão apenas administrou o tempo e garantiu a vitória fora de casa.

FICHA TÉCNICA
AMÉRICA DE CALI 0 X 1 ATHLETICO-PR
Local: Estádio Hernán Ramírez Villegas, em Pereira-COL
Data/Horário: 13 de julho de 2021 (terça-feira), às 21h30
Árbitro: José Argote (VEN)
Assistentes: Jorge Urrego (VEN) e Carlos A. Lopez (VEN)
Gol: Nikão (27'/2°T) (0-1)
Cartões amarelos: Ureña (América de Cali), Léo Cittadini, Zé Ivaldo, Marcinho (Athletico-PR)

AMÉRICA DE CALI: Graterol, Arrieta, Marlon Torres, Kevin Andrade, Pablo Ortiz e Héctor Quiñónes; Paz (Batalla, aos 22'/2°T), Ureña e Moreno; Cortéz (João Rodríguez, aos 12'/2°T) e Adrián Ramos. Técnico: Juan Carlos Osorio.

ATHLETICO-PR: Bento, Pedro Henrique, Thiago Heleno e Zé Ivaldo; Khellven (Marcinho, aos 0'/2°T), Léo Cittadini (Erick, aos 47'/2°T), Richard e Nicolas; Terans (Matheus Babi, aos 18'/2°T), Nikão e Vitinho (Carlos Eduardo, aos 38'/2°T). Técnico: António Oliveira.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos