Neymar, Vinicius Junior e Debinha são indicados a prêmio de craque da Fifa

***ARQUIVO***DOHA, QATAR, 05.12.2022 - O atacante Vinícius Júnior, da seleção brasileira e do Real Madrid. (Foto: Gabriela Biló/Folhapress)
***ARQUIVO***DOHA, QATAR, 05.12.2022 - O atacante Vinícius Júnior, da seleção brasileira e do Real Madrid. (Foto: Gabriela Biló/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Fifa (Federação Internacional de Futebol) divulgou nesta quinta-feira (12) os indicados ao prêmio The Best, dedicado aos destaques da temporada no futebol. Neymar (Paris-Saint-Germain) e Vinicius Junior (Real Madrid), do time masculino, e Debinha (North Carolina Courage), do feminino, são os nomes da seleção brasileira que concorrem à nomeação como jogador do ano.

Entre os homens, há amplo favoritismo a Lionel Messi (Paris Saint-Germain), que conduziu a Argentina ao título da Copa do Mundo. Entre as mulheres, a espanhola Alexia Putellas (Barcelona) é apontada como a favorita e receber a honraria mais uma vez –ela a levou em 2021 e defende sua coroa.

São 14 nomes do futebol masculino e 14 do feminino. Os vencedores serão conhecidos em cerimônia marcada para o dia 27 de fevereiro, na sede da Fifa, em Zurique. A festa celebrará também o melhor goleiro, a melhor goleira, o melhor treinador de time masculino, a melhor treinadora de time feminino e gol mais bonito. Há ainda um prêmio dedicado a torcedores.

Os brasileiros Alisson (Liverpool) e Ederson (Manchester City) estão indicados entre os cinco goleiros finalistas. O atacante Richarlison (Tottenham) concorre ao Prêmio Puskás pelo gol de voleio que marcou pela seleção contra a Sérvia, no Mundial do Qatar. E a sueca Pia Sundhage, que dirige a equipe feminina do Brasil, está entre as seis técnicas indicadas.

Os prêmios são definidos com base em quatro partes de peso igual: votos dos treinadores das seleções, votos dos capitães das seleções, votos de um painel de jornalistas e votos de internautas no site da Fifa. A votação popular ficará aberta até 3 de fevereiro.

*

CONFIRA OS INDICADOS AO PRÊMIO THE BEST

MELHOR JOGADOR

Julián Álvarez (Argentina/River Plate/Manchester City)

Jude Bellingham (Inglaterra/Borussia Dortmund)

Karim Benzema (França/Real Madrid)

Kevin De Bruyne (Bélgica/Manchester City)

Erling Haaland (Noruega/Borussia Dortmund/Manchester City)

Achraf Hakimi (Marrocos/Paris Saint-Germain)

Robert Lewandowski (Polônia/Bayern/Barcelona)

Sadio Mané (Senegal/Liverpool/Bayern)

Kylian Mbappé (França/Paris Saint-Germain)

Lionel Messi (Argentina/Paris Saint-Germain)

Luka Modrić (Croácia/Real Madrid)

Neymar (Brasil/Paris Saint-Germain)

Mohamed Salah (Egito/Liverpool)

Vinicius Junior (Brasil/Real Madrid)

MELHOR JOGADORA

Aitana Bonmatí (Espanha/Barcelona)

Debinha (Brasil/North Carolina Courage)

Jessie Fleming (Canadá/Chelsea)

Ada Hegerberg (Noruega/Lyon)

Sam Kerr (Austrália/ Chelsea)

Beth Mead (Inglaterra/Arsenal)

Vivianne Miedema (Holanda/Arsenal)

Alex Morgan (Estados Unidos/Orlando Pride/San Diego Wave)

Lena Oberdorf (Alemanha/Wolfsburg)

Alexandra Popp (Alemanha/Wolfsburg)

Alexia Putellas (Espanha/Barcelona)

Wendie Renard (França/Lyon)

Keira Walsh (Inglaterra/Manchester City/Barcelona)

Leah Williamson (Inglaterra/Arsenal)

MELHOR TREINADOR DE TIME MASCULINO

Carlo Ancelotti – ITA (Real Madrid)

Didier Deschamps – FRA (França)

Pep Guardiola – ESP (Manchester City)

Walid Regragui – MAR (Wydad AC/Marrocos)

Lionel Scaloni – ARG (Argentina)

MELHOR TREINADORA DE TIME FEMININO

Sonia Bompastor – FRA (Lyon)

Emma Hayes – ING (Chelsea)

Bev Priestman – ING (Canadá)

Pia Sundhage – SUE (Brasil)

Martina Voss-Tecklenburg – ALE (Alemanha)

Sarina Wiegman – HOL (Inglaterra)

MELHOR GOLEIRO

Alisson (Brasil/Liverpool)

Yassine Bounou (Marrocos/Sevilla)

Thibaut Courtois (Bélgica/Real Madrid)

Ederson (Brasil/Manchester City)

Emiliano Martínez (Argentina/Aston Villa)

MELHOR GOLEIRA

Ann-Katrin Berger (Alemanha/Chelsea)

Mary Earps (Inglaterra/Manchester United)

Christiane Endler (Chile/Lyon)

Merle Frohms (Alemanha/Eintracht Frankfurt/ Wolfsburg)

Alyssa Naeher (Estados Unidos/Chicago Red Stars)

Sandra Paños García-Villamil (Espanha/Barcelona)