Doria recebe Ecclestone e organizador do Grande Prêmio do Brasil de F-1

São Paulo, 23 mar (EFE).- O prefeito de São Paulo, João Doria, recebeu nesta quinta-feira o empresário britânico Bernie Ecclestone, ex-executivo-chefe da Formula One Group, e Tamas Rohonyi, organizador do Grande Prêmio do Brasil, para discutir sobre o futuro do Autódromo José Carlos Pace, nome oficial de Interlagos.

Oficialmente, não houve divulgação do que foi discutido no encontro, que também teve a participação dos secretários de Desestatização e Parcerias, Wilson Poit; de Esportes e Lazer, Jorge Damião de Almeida; e Comunicação, Fábio Souza dos Santos.

A reunião está sendo interpretada como uma primeira aproximação entre o governo municipal e o grupo empresarial de Ecclestone, apontado como um dos interessados em disputar eventual concessão do autódromo de Interlagos.

Presente na Fórmula 1 desde 1990, desde então, sediando o GP do Brasil, o circuito paulista perdeu patrocinadores recentemente, o que colocou interrogação na permanência no calendário para os próximos anos.

Na última edição da prova, em novembro de 2016, Rohonyi garantiu à Agência Efe que a corrida seguiria em Interlagos, apesar das dificuldades financeiras encontradas.

O húngaro-brasileiro lembrou, inclusive, que existe contrato até 2020 com a Formula One Management (FOM), empresa que administra a Fórmula 1, para a realização da prova no autódromo paulista. EFE