Neymar mostra sua importância na Seleção após dois jogos fora e tenta ser decisivo no mata-mata da Copa


Alguns diziam que a Seleção Brasileira melhoraria sem Neymar, mas o que se viu diante de Suíça e Camarões e, especialmente, contra a Coreia do Sul, quando o camisa 10 entrou em campo, mostra exatamente o contrário. Apesar de não ser mais totalmente dependente do jogador do Paris Saint-Germain, a equipe de Tite sente, sim, muita falta do astro de 30 anos.

Neymar jogou a estreia da Copa do Mundo, contra a Sérvia, mas deixou o gramado na reta final com uma entorse no tornozelo que o tirou do restante da fase de grupos do torneio. Na sequência, o debate foi se o time canarinho melhoraria ou não sem o jogador.

+ Veja a tabela, os jogos e o chaveamento da Copa do Mundo de 2022

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.


Foram necessários apenas 45 minutos diante dos suíços para que a pergunta fosse respondida. E também mais 45 minutos contra a Coreia do Sul para que a resposta fosse reforçada. Não há equipe no mundo que não sentiria falta de Neymar. Com todos os altos e baixos da carreira, o camisa 10 segue sendo um dos principais atletas do futebol atual.

A presença de Neymar em campo vai além de melhorar o time coletivamente. Com o camisa 10 jogando, nomes como Vini Jr, Lucas Paquetá e Raphinha também melhoram individualmente. Prova disso é a atuação de gala da Seleção Brasileira contra os sul-coreanos.

+ Artilheiros da Copa do Mundo 2022: veja lista de jogadores que marcaram

Com o astro em campo, o adversário sabe que não pode dar espaço ou brecha. Caso contrário, a conclusão pode ser fatal. Por isso, Neymar às vezes é cercado por dois ou três marcadores, o que faz outros nomes do ataque ficarem livres e terem campo para jogar. O quarto gol contra a Coreia do Sul explica isso. Quando o camisa 10 recebeu, Vini Jr ficou livre na esquerda para receber e cruzar na medida para Lucas Paquetá balançar as redes.

- Bateu um medo muito grande porque eu vinha numa temporada muito boa. Sofrer a lesão que eu sofri é bem duro. Passei uma noite chorando, meus familiares sabem. Deu tudo certo, valeu a pena, valeu o esforço. Fiquei tratando a madrugada toda. Todo sofrimento é válido para no final a gente coroar o que pode acontecer - disse Neymar à "Globo" após a classificação às quartas de final.

- É hora de ir mais longe. A gente sonha com o título, temos que ir passo a passo. A gente está muito preparado, com a cabeça preparada para conseguir esse título - completou.

Brasil x Coreia - Neymar
Brasil x Coreia - Neymar

Neymar marcou de pênalti contra a Coreia do Sul (Foto: MANAN VATSYAYANA / AFP)

Em duas Copas do Mundo, Neymar foi até as quartas de final. Em 2014, apesar de o Brasil disputar a semifinal e a decisão de terceiro lugar, o camisa 10 sofreu uma lesão na mesma fase da atual e encurtou sua participação no torneio. No último Mundial, a Seleção Brasileira caiu para a Bélgica nas quartas.

O astro brasileiro terá a chance de marcar seu primeiro gol nesta fase do torneio e de ajudar o time de Tite a seguir sonhando com o título. Nome importante, Neymar já demonstrou que faz falta. Agora, porém, o camisa 10 quer fazer com que os croatas sintam que sua ausência seria o melhor cenário.