Neymar gera polêmica por suposta festa de Ano Novo

·2 minuto de leitura
O "Neymarpalooza", como foi batizado pelos internautas que foram às redes sociais comentar as informações, foi negado pela assessoria de Neymar

Uma nova polêmica envolve Neymar, depois que a imprensa informou que o astro do Paris-Saint-Germain (PSG) encerraria o ano com uma grande festa em sua mansão do litoral do Rio de Janeiro, embora a assessoria do jogador negue as afirmações e garanta que ele irá passar a virada do ano com a família.

O jornal O Globo e o portal Metrópoles afirmaram no fim de semana que as festividades na mansão de Neymar em Mangaratiba reunirão cerca de 500 pessoas, com duração de vários dias e receberão pelo menos cinco artistas nacionais.

"Sabem o que Messi, CR7, Hamilton e Lebron têm em comum? São referências mundiais em seus esportes. Mais que isso. São exemplos. Nenhum deles é notícia por promover festança para centenas de pessoas nessa pandemia. Lamento por Neymar não estar à altura do (genial) futebol que joga", tuitou André Rizek, comentarista do SporTV.

Em meio à avalanche de críticas, uma empresa de eventos, a Agência Fábrica, afirmou em um comunicado que é a idealizadora e produtora de um "evento de réveillon na região da Costa Verde, no estado de Rio de Janeiro, que receberá aproximadamente 150 pessoas", sem mencionar o contratante da festa.

A assessoria de Neymar, porém, negou que o jogador esteja organizando uma "Neymarpalooza", como o evento foi batizado pelos internautas que foram às redes sociais comentar as informações, ou que o craque tenha qualquer envolvimento com o evento da Agência Fábrica.

"Não!!! Trata-se de um evento da Fábrica. Não tem relação com Neymar", garantiu a assessoria à AFP, afirmando também que o jogador do PSG e da Seleção pretende passar a virada com "a família, o filho e seu fisioterapeuta".

O Brasil é o segundo país com maior número de mortos por covid-19 e enfrenta um agravamento da crise sanitária que já provocou mais de 191.500 mortes e 7,5 milhões de casos.

A prefeitura de Mangaratiba, um pequeno município do estado do Rio de Janeiro, pediu aos seus 41.000 habitantes que não organizassem comemorações de fim de ano e instalou barreiras sanitárias. "Não temos nenhuma informação dessa festa", afirmou em um comunicado.

O astro comprou a mansão em 2016 e, segundo a imprensa, a propriedade se encontra em um terreno de 10.000 m2, incluindo um heliporto, quadras esportivas, spa, sauna, sala de massagens, academia e áreas para comida e bebida.

pr/js/rsr/aa/am