Neymar, Gabigol e mais: os jogadores do Santos com mais assistências no século XXI

Goal.com

Do time bicampeão brasileiro em 2002 e 2004 ao que encantou o Brasil no começo da última década, jogadores como Neymar, Robinho e até Gabigol se destacaram em balançarem as redes, mas também por superarem a marca dos 50 assistências no século XXI. É por isso que a série de levantamentos da Goal no quesito continua hoje com o Alvinegro Praiano, com destaque para seus dois principais jogadores nos últimos anos.

Neymar, que liderou o elenco no quesito entre 2010 e 2012, está em primeiro lugar no ranking, com 66 assistências distribuídas em quatro temporadas e meia pelo Peixe. O número cresceu bastante a partir do segundo ano, quando ele começou a dividir as cobranças de bola parada com os companheiros.

Campeão da Libertadores de 2011, Neymar deu três passes para gol naquela campanha e outros quatro na edição de 2012, quando o Peixe caiu na semifinal para o Corinthians. Mesmo sem tantos jogos pelo clube, já que era convocado constantemente para a seleção principal e olímpica, ele conseguiu dar 20 assistências só naquela temporada.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

O segundo na lista é justamente Robinho, que jogou com Neymar em 2010 e com o terceiro da lista, Lucas Lima, em 2014/15. Seu ápice em termos de passes para gol, porém, se deu na primeira passagem, entre 2002 e 2005.

Líder daqueles Meninos da Vila, Robinho comandou o poderoso ataque alvinegro sem nem mesmo bater faltas ou escanteios. Seu principal ano foi em 2004, com 16 assistências no total.

Fechando o pódio, Lucas Lima não tem a idolatria da dupla, mas atuou como maestro enquanto esteve no Peixe. Líder em passes para gol de 2015 a 2017, poderia estar em primeiro caso tivesse renovado o seu contrato com os alvinegros. Em quatro anos, sua média no clube foi de 14 assistências por temporada, cifra semelhante à que Neymar conseguiu em sua passagem pela Vila Belmiro.

Santos: o top 15 de jogadores com mais assistências

  • 1º - Neymar: 66 assistências

  • 2º - Robinho: 61 assistências

  • 3º - Lucas Lima: 56 assistências

  • 4º - Léo: 42 assistências

  • 5º - Elano: 40 assistências

  • 6º - Ganso: 36 assistências

  • 7º - Kléber: 33 assistências

  • 8º - Rodrigo Tabata: 32 assistências

  • 9º - Gabigol: 29 assistências

  • 10º - Madson: 24 assistências

  • 10º (empatado) - Victor Ferraz: 24 assistências

  • 12º - Diego Ribas: 23 assistências

  • 13º - Jean Mota: 20 assistências

  • 14º - Ricardinho: 18 assistências

  • 15º - Felipe Anderson: 16 assistências;

Leia também