Neymar é o próximo dono do time no Barcelona

Felipe Portes
Foto: AP/Francisco Seco

Terceira peça mais importante no trio MSN, Neymar está ganhando cada vez mais personalidade dentro do esquema do Barcelona. Autor de 12 gols e com a melhor média de dribles por jogo de sua carreira (5,4), o atacante é uma das esperanças para a remontada catalã na temporada. O time terá um enorme desafio nesta semana, que é tentar reverter o 4-0 sofrido para o Paris Saint-Germain na Liga dos Campeões. Será que Neymar pode ser o salvador?

Uma comparação rápida com Messi e Suárez deixa Neymar em um patamar abaixo dos companheiros de ataque. Em gols, o argentino já anotou 38, enquanto o uruguaio fez 26. Neymar tem menos da metade dos gols de Suárez, mas tem sido mais presente na armação e na criação de jogadas do que necessariamente na conclusão.

O Barcelona ameaçou viver uma fase delicada após a derrota para o PSG na ida das oitavas de final, fazendo partidas fracas e abaixo de sua própria média. Entretanto, duas goleadas pavimentaram a reação da equipe, que agora lidera a Liga Espanhola à frente do Real Madrid. Conquistar o título nessas condições depois do Real ter aberto tanto na dianteira seria uma façanha. Neymar sabe disso e tem dado um pouco a mais em cada partida.

Contra o Celta, no último sábado, Neymar acertou 11 dribles em 18 possíveis, número mais alto da Liga Espanhola nesta temporada. Além de saber onde e quando driblar, o brasileiro parece mais pronto para encarar as defesas adversárias. O seu crescimento é o que irá consolidar um papel de maior destaque no futuro, ao lado de Messi e Suárez. A tendência é que ele esteja de igual para igual com os dois em alguns anos.

Se na seleção Neymar já é o dono do time, no Barcelona é questão de tempo, já que Messi e Suárez estão na faixa dos 30 anos. Espera-se que o brasileiro herde este posto se ficar no clube, sendo a próxima grande estrela da companhia. Mas ainda é cedo para projetar uma queda de rendimento dos seus companheiros, até mesmo porque estamos vendo que a fonte de gols não seca e eles se adaptam ao tempo com muita qualidade.

Mesmo que a sonhada virada contra o Paris Saint-Germain não venha, Neymar pode comemorar que está em evidência. E que o seu futebol será importante demais nesta busca pelo seu tricampeonato espanhol. Evoluir técnica e mentalmente é o que faz de Neymar o maior craque brasileiro da atualidade, com enorme vantagem em relação aos demais.