Neymar lidera PSG em goleada que manteve Ligue 1 em aberto; entenda o cenário

·2 minuto de leitura

A eliminação na semifinal da Champions League criou um clima tenso nos bastidores do PSG, afinal de contas, o clube da capital francesa sempre tratou a competição europeia como seu principal objetivo na temporada, e por isso acabou "negligenciando" (conscientemente ou não) a Ligue 1.

Ao perder pontos bobos ao longo da campanha no Francês, assumiu um risco grande de perder a soberania doméstica, o que seria catastrófico para o clube. Neste domingo (16), nenhum outro resultado diferente de vitória interessava, pois poderia sacramentar a saída do Paris da corrida pelo título nacional. Então, Neymar chamou a responsabilidade e, com um gol e uma assistência, conduziu sua equipe à goleada por 4 a 0 sobre o Reims.

PSG goleou o Reims por 4 a 0 | Xavier Laine/Getty Images
PSG goleou o Reims por 4 a 0 | Xavier Laine/Getty Images

O resultado positivo do PSG aliado ao tropeço do líder Lille - empatou em 0 a 0 com o Saint-Étienne, em uma atuação pouquíssimo inspirada -, manteve tudo em aberto para a 38ª e derradeira rodada da Ligue 1: com 80 pontos conquistados, o Lille segue no topo da tabela de classificação, mas viu sua vantagem para o PSG ser reduzida para apenas 1 ponto. Os comandados de Gaultier, portanto, perderam a 'gordura' e não podem pensar em tropeço na jornada final, caso contrário poderão deixar escapar uma taça que parecia nas mãos.

Detalhes da rodada final

Por motivos de isonomia, todos os jogos da 38ª rodada da Ligue 1 serão disputados em paralelo, às 16h de Brasília do próximo domingo (23).

O Lille visita o Angers (12º), enquanto que o Paris Saint-Germain encara o Stade Brestois (16º), também fora de casa.

Outra disputa em aberto envolve a terceira e última vaga à Liga dos Campeões: Mônaco (3º) e Lyon (4º) disputam essa vaga, e estão separados por apenas um ponto: 77 x 76.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos