Neymar ainda pode ser o sucessor de Messi e CR7? O português mostra que sim

Goal.com

Após longa dominância de Messi e Cristiano Ronaldo, Neymar apareceu para o futebol mundial como o grande candidato a desbancar a dupla. E ainda jovem o brasileiro parecia confirmar o que todos esperavam, ganhando diversos títulos como a Libertadores da América, a Copa das Confederações e a Champions League. 

Então, depois de quatro temporadas vitoriosas em Barcelona, Neymar decidiu deixar Messi e Suárez para ser o grande protagonista do PSG e dar o tão sonhado título da Liga dos Campeões ao clube, o que certamente lhe renderia o prêmio de melhor do mundo. 

Contudo, muitas lesões e polêmicas passaram a rodear a carreira do jogador. As contusões, inclusive, o tiraram de duas decisões do Paris na Champions, nas temporadas 2017/18 e 2018/19, nas quais o clube terminou eliminado. Seu retorno à Catalunha também esquenta os noticiários a cada janela de transferências desde que chegou na França.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio
neymar-psg
neymar-psg
Foto: Getty Images

Então, após esse período conturbado e com 28 anos de idade, muitos se perguntam se o brasileiro ainda tem condições de ser o grande sucessor de Messi e Cristiano Ronaldo. Mas a carreira do próprio português mostra que sim. 

CR7 também apareceu para o futebol mundial como uma grande promessa, candidato a figurar entre os melhores do mundo. Mas mesmo conquistando sua primeira Bola de Ouro aos 23 anos, o português viu Messi dominar o futebol mundial nos anos seguintes e levar o prêmio quatro vezes seguidas. Ronaldo só foi conquistar seus outros quatro títulos de melhor do mundo depois dos 28 anos, idade de Neymar atualmente.

Neste meio tempo, o camisa 7 também ocupou o cargo de “vilão” do futebol, e parecia gostar disso. Sempre muito marrento, passava uma ideia de arrogante, além de ser um tanto polêmico com suas comemorações e declarações. Mas o atacante não fazia nenhuma questão de mudar seu comportamento para mudar sua imagem. Ele também deixou o Manchester United como a transferência mais cara da história na época - posto ocupado atualmente pela ida de Neymar ao PSG. 

Porém, o tempo passou e o português passou a focar apenas no futebol, trabalhando forte para buscar Messi, o que só aconteceu em 2017, aos 32 anos, com sua quinta Bola de Ouro. Então, após três temporadas, ele ainda segue sendo um dos favoritos a levar o prêmio ano após ano. 

Com a Champions League, seu torneio favorito, a história se repetiu. A primeira veio aos 23 anos, e as outras quatro “orelhudas” chegaram apenas depois dos 29.

A partir disso, é possível acreditar que Neymar ainda possa dominar o futebol mundial. Mesmo aos 28 anos, ainda há tempo para o camisa 10 conquistar muitos títulos e prêmios individuais. Essa também é a opinião de Unai Emery, ex-técnico do PSG.

Neymar PSG Borussia Dortmund 11032020
Neymar PSG Borussia Dortmund 11032020
Foto: Getty Images

“O ano que passei com ele foi magnífico, aprendi muito de ver as suas respostas em cada treino e nos jogos. Neymar tem o futebol na veia, mas também as faculdades e as condições de executá-lo. Acredito que ele esteja diante da chance de chegar ao nível de Messi e Cristiano Ronaldo para ser o melhor do mundo e tem tempo para isso”, disse o treinador ao Eurosport.

Mas o fato é que para Neymar chegar à Bola de Ouro, ele deve voltar a ganhar a Champions. E para isso, deve deixar as polêmicas de lado e trabalhar para evitar as lesões que o tiraram de campo nas últimas temporadas.

Neste ano, o brasileiro também se machucou, mas conseguiu voltar a tempo da partida contra o Borussia Dortmund, pelas oitavas de final da Liga dos Campeões. Jogou bem e fez gol nas duas partidas, garantindo a classificação do Paris para a fase seguinte. 

Agora, Neymar aguarda a volta do futebol para saber como será o futuro da competição. Mas para ser o sucessor de Messi e Cristiano Ronaldo, precisará decidir dentro das quatro linhas. Tempo para isso ele ainda tem.

Leia também