Neymar é expulso e Barcelona perde para o Málaga fora de casa

O Barcelona não conseguiu aproveitar o tropeço do Real Madrid, que mais cedo empatou com o Atlético de Madrid neste sábado. Caso vencesse, os culés iriam encostar no rival pela briga pelo título. Mas o roteiro de seu confronto pela 31ª rodada do Campeonato Espanhol foi bem mais doloroso. Em visita ao Málaga, a equipe de Messi, Neymar e Suárez sucumbiu diante dos anfitriões com derrota por 2 a 0 e ainda viu o craque brasileiro ser expulso na segunda etapa.

O placar deixa os comandados de Luis Enrique com 69 pontos, na segunda posição do torneio, a três pontos dos merengues, com 72. O Málaga, devido ao heróico triunfo, chega a 33 pontos e sobe para a 14ª posição do torneio.

E quem iniciou o jogo com chance cristalina de abrir o placar foi o Barcelona. Aos 14 minutos, Suárez foi lançado pelo meio e saiu de frente para Kameni. O goleiro camaronês cresceu para cima do camisa 9, fechou o espaço e realizou impressionante defesa a queima roupa, impedindo os culés de largar na frente.

Depois, foi a vez de André Gomes desperdiçar. Messi realizou lançamento primoroso para o português, que frente a frente com Kameni, abusou do preciosismo e não conseguiu completar para o fundo da rede.

Em respostas, o Málaga foi impiedoso. A defesa do Barça fazia linha alta e, desprotegida, viu Sandro Ramirez receber lançamento longo, avançar desde o campo de defesa e vencer Mathieu, que deixou espaço na cobertura. O atacante revelado pelos blaugranas finalizou no contrapé de Ter Stegen e colocou os anfitriões na frente, aos 31.

Na busca pela virada, o Barcelona aumentou a agressividade no segundo tempo, e quase chegou a empate com Neymar, aos 14, que mesmo sem ângulo conseguiu finalizar para o gol e acertar a trave.

O brasileiro, no entanto, seria perda dura para sua equipe minutos depois. Ao deixar o braço em Camacho, Neymar acabou recebendo seu segundo cartão amarelo na partida – havia recebido outro no primeiro tempo quando parou para amarrar a chuteira, ato que o árbitro interpretou como cera -, e foi deixou o Barça com um a menos em campo e a desvantagem no placar.

O episódio ainda marcou a primeira expulsão de Neymar com a camisa do Barcelona. A última vez que o craque havia sido mandado para fora de jogo de clubes, defendia o Santos, em 2013.

Sem o camisa 11, o poderio ofensivo dos blaugranas abaixou na partida, e o Málaga se aproveitou para tentar o golpe que mataria o jogo. Quase conseguiu, quando aos 26, Peñaranda driblou Ter Stegen e completou para o fundo da rede, mas em posição de impedimento, fato que fez o árbitro anular o lance.

No desespero final, o Barcelona se lançou totalmente ao ataque, e o Málaga foi cirúrgico para contra atacar e decretar a vitória com o segundo gol.  Fornals recebeu em velocidade e, com muito espaço, invadiu a área e serviu Jony Rodriguez, que aproveitou a defesa catalã aberta para completar para o gol e selar o resultado final.