Neymar é cortado da seleção brasileira após exame

·1 minuto de leitura
*ARQUIVO* KAZAN, RÚSSIA, 07.07.2018 - O atacante Neymar, do PSG, que pode pegar 10 jogos de gancho após confusão com o zagueiro Álvaro González. (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)
*ARQUIVO* KAZAN, RÚSSIA, 07.07.2018 - O atacante Neymar, do PSG, que pode pegar 10 jogos de gancho após confusão com o zagueiro Álvaro González. (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O atacante Neymar foi cortado da seleção brasileira na noite desta quinta-feira (12) após realizar exame em São Paulo, onde a equipe nacional enfrenta a Venezuela nesta sexta (13), às 21h30, no Morumbi, pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022.

Com uma lesão no músculo adutor da perna esquerda, sofrida na partida do PSG contra Istanbul Basaksehir, pela Champions League no último dia 28, o jogador se apresentou ao time do técnico Tite na segunda-feira (9) e iniciou tratamento.

A expectiva era que ele perdesse o confronto com os venezuelanos, mas ficasse à disposição da comisão técnica para o embate contra o Uruguai, na terça (17), em Montevidéu.

"Trouxemos ele para que ficasse próximo, para que acompanhássemos a recuperação, mas tínhamos compromisso com o PSG para que eles acompanhassem à distancia a evolução do jogador e o passo a passo da recuperação. Esse exame que fizemos realmente confirmou que está havendo evolução, mas que o jogador ainda não está pronto para para voltar a jogar", disse o médico da seleção brasileira, Rodrigo Lasmar.

Com o corte de Neymar, o número de baixas no Brasil chegou a sete. Phillipe Coutinho, Fabinho e Rodrigo Caio foram desconvocados também por lesão, já Eder Militão, Casemiro e Gabriel Menino -este última nesta quinta- deixaram a equipe em razão de contaminação pelo coronavírus.