Neuer diz que jogadores na Alemanha cogitam abrir mão de salários em meio à crise

Goal.com

Em meio à pandemia causada pelo coronavírus covid-19, o primeiro-ministro bávaro, Markus Söder, pediu para que os profissionais mais bem pagos da Bundesliga abrissem mão de seus salários. Manuel Neuer, goleiro e capitão do Bayern de Munique, respondeu ao pedido e disse que o assunto já está sendo discutido.

“Como todas outras pessoas neste momento, eu e os outros profissionais do futebol também estamos pensando em como lidar melhor com a situação”, disse o arqueiro campeão mundial com a Alemanha em 2014, mas sem ser específico a respeito do pedido do primeiro-ministro.

Os clubes estão sendo cautelosos com o tema e muitos disseram que a situação está sendo discutida internamente. Niklas Moisander, zagueiro e capitão do Werder Bremen, chegou a dizer que isso é algo que não será comentado publicamente. Essa opinião também é compartilhada pelos jogadores do Mainz 05 e do Borussia Dortmund, que sabem a importância do tema, mas preferem discuti-lo internamente. 

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Apesar da polêmica criada a partir da declaração de Söder, Christian Seifert, CEO da liga alemã de futebol, saiu em defesa do primeiro-ministro e afirmou que ele apenas disse o que muitas pessoas pensam.

Abrir mão do salário é uma possibilidade, mas doação é realidade

Germany national team
Germany national team
Foto: Getty

Enquanto a renúncia de salários é discutida internamente nos clubes, os jogadores da seleção alemã resolveram fazer uma doação de 2,5 milhões de euros (mais de R$ 14 milhões na cotação atual) para ajudar na pandemia do covid-19. 

Neuer disse que esse é um momento especial no qual todos devem se ajudar e tomar conta uns dos outros. Joshua Kimmich também explicou que os jogadores têm consciência de que estamos em uma situação em que devemos mostrar solidariedade. Goretzka foi mais além e pediu para que todos se juntem a essa iniciativa.

“Todos sabem que estamos em uma situação absolutamente excepcional. É por isso que é importante ajudar e apoiar os outros. Devemos cumprir nossa responsabilidade e mostrar solidariedade”, relatou o lateral bávaro. 

“Peço para que todos vocês tomem parte nisso. Nós, da seleção nacional, demos um passo à frente e doamos 2,5 milhões de euros por uma boa causa e espero que muitos de vocês sigam o exemplo”, pediu Leon Goretzka, volante do Bayern e da seleção da Alemanha.

Leia também