Neuer, capitão da Alemanha, usará braçadeira colorida: "Não temos medo das consequências"

O goleiro Manuel Neuer em foto oficial da Alemanha para a Copa do Mundo (Foto: Buda Mendes - FIFA/FIFA via Getty Images)
O goleiro Manuel Neuer em foto oficial da Alemanha para a Copa do Mundo (Foto: Buda Mendes - FIFA/FIFA via Getty Images)

O goleiro Manuel Neuer, capitão e referência da seleção da Alemanha, afirmou hoje (19) que usará a braçadeira colorida One Love (Um amor) na estreia do time contra o Japão, na próxima quarta-feira (23). O símbolo é uma reivindicação pelos direitos LGBTQIA+ e a atitude recebe apoio da Federação Alemã de Futebol.

"Sim, vou levá-la comigo. É uma experiência nova para todos nós. Nós não temos medo das consequências. Temos o suporte Federação. Não somos os únicos na Europa a fazer isso, muitos estão fazendo parte", disse o goleiro.

Leia também:

O discurso do presidente da Federação Alemã de Futebol (DFB), Bernd Neuendorf, acompanha o de Neuer. Ele criticou as ações tomadas pela Fifa para restringir manifestações em favor dos direitos humanos durante a Copa do Mundo.

O dirigente acrescentou, ainda, que está preparado para ser multado quando Neuer estiver utilizando a braçadeira. "Pessoalmente, eu estaria preparado para aceitar uma multa", revelou Neuendorf ontem (18). "Esta não é uma manifestação política, mas uma manifestação pelos direitos humanos", acrescentou.

A irritação também se deu por conta de uma carta do presidente da Fifa, Gianni Infantino, que pediu às equipes que se concentrem no futebol e deixem questões políticas de lado.

"Dizer que não deveríamos nos concentrar nos direitos humanos durante a Copa do Mundo realmente me irritou", disse Neuendorf.

Além da Alemanha, outros países europeus também confirmaram neste sábado que utilizarão a braçadeira em suas partidas, como Inglaterra e País de Gales. Nas semanas passadas, seleções como a França, Holanda, Bélgica, Suíça e Dinamarca também sinalizaram apoio ao movimento. A Copa do Mundo começa amanhã (20) com o jogo entre Catar e Equador.