Neto se comove com pequeno torcedor do Santos hostilizado: 'Esse país é de vagabundo, safado'

·1 min de leitura


O apresentador Neto comentou sobre o desabafo de Bruno do Nascimento, o Bruninho, torcedor mirim do Santos hostilizado nas arquibancadas da Vila Belmiro após ganhar uma camisa do goleiro Jaílson, do Palmeiras. O ex-jogador e comandante do 'Os Donos da Bola' chegou a ficar emocionado enquanto tecia as crítica: 'Quem tem que pedir desculpas são os safados que fizeram isso com você'.

- Como pode esse país dar certo? Esse país é de vagabundo, safado, ladrão! Esse país precisa de uma revolução em relação aos seres humanos. Uma criança ganhou uma camisa, isso não significa que ele vai virar palmeirense. Deveria ser algo legal - começou Neto, antes do vídeo do Bruninho pedindo desculpas começar.

- Cara, ultimamente eu não tenho gostado de mostrar minha emoção na televisão. E não vou mostrar, mas um menino de 11 anos pedir perdão... Você não precisa pedir perdão! Quem tem que pedir desculpas são os safados que fizeram isso com você! Não valem nada! Imagina o Pelé vendo uma coisa dessas... - lamentou ontem o apresentador do 'Os Donos da Bola'.

O comentarista Souza também versou sobre o caso: 'Olha o ponto que o futebol brasileiro chegou. Uma criança tendo que se posicionar por gostar de um jogador. É o apocalipse do futebol.'

O Santos convidou o garoto Bruninho para assistir à partida contra o Red Bull Bragantino nesta quarta-feira, na Vila Belmiro, de camarote. O menino publicou um vídeo das redes sociais pedindo desculpas aos torcedores que se sentiram ofendidos e chegou até a postar que devolveria a camisa. Depois da repercussão, o Peixe entrou em contato com Moises, pai do Bruno, para tentar minimizar o ocorrido depois do clássico.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos