'Nenhum ser humano merece tal humilhação', diz Gabriel Paulista em apoio a Diakhaby

LANCE!
·1 minuto de leitura


Um dos capitães do elenco do Valencia, o zagueiro brasileiro Gabriel Paulista apoiou o companheiro Diakhaby após o defensor acusar Juan Cala, do Cadiz, de injúria racial na derrota dos 'Che' pelo Campeonato Espanhol. Em uma rede social, o ex-jogador do Arsenal disse que "nenhum ser humano merece tal humilhação".

+ Veja a tabela da La Liga


- Como capitão do Valencia, estou muito orgulhoso de como a equipe apoiou Diakhaby ao deixar o campo. Nenhum ser humano merece tal humilhação. Então, tudo perdeu seu significado. Todos nós perdemos e não estou falando sobre o resultado. Nós, o Cadiz e o futebol em geral. Não ao racismo. Não aos racistas - postou Gabriel em seu Instagram.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Cadiz x Valencia - Acusação de racismo de Mouctar Diakhaby a Juan Cala
Cadiz x Valencia - Acusação de racismo de Mouctar Diakhaby a Juan Cala

Diakhaby ficou furioso após desentendimento com Juan Cala, do Cadiz (Foto: Divulgação / Site oficial do Valencia)

+ Puma lança nova chuteira para Neymar. Veja fotos em galeria!

Outros jogadores do Valencia também apoiaram o companheiro nas redes sociais, e um deles afirmou já ter sofrido com o racismo da mesma forma que Diakhaby. O lateral Thierry Correia disse que entende o zagueiro por já ter passado pelo mesmo.

- Não há espaço para o racismo. Hoje foi um jogo muito difícil para mim depois dos eventos com o Diakhaby. Já passei por uma situação semelhante e sei o quão difícil foi para ele. Espero que todos saibam que estamos com você, irmão - disse Thierry.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.