Nenê lamenta empate e pênalti cometido por Manga Escobar

O Vasco teve dificuldades para conseguir empatar com o Vitória, nesta quinta-feira, em São Januário, pela Copa do Brasil. Mesmo com um homem a mais durante todo segundo tempo, os cruzmaltinos sofreram o gol dos baianos e só igualaram o placar nos acréscimos. Autor do gol vascaíno, o meia Nenê admitiu que a equipe carioca não fez uma boa partida.

“A torcida tem razão em nos vaiar. Eles vieram aqui e nos incentivaram. A gente não aproveitou as chances e saímos de campo com um resultado que não queríamos. Agora é pensar na partida contra o Macaé”, disse.

Nenê lamentou o erro do atacante Manga Escobar, que colocou a mão na bola dentro da área ao tentar driblar o zagueiro Kanu. O meia também mostrou apoio ao técnico Cristóvão Borges, principal alvo das críticas da torcida.

“Uma jogada infeliz do Manga, coitado. É fogo. Entra numa situação dessas e acontece isso. Temos de levantar a cabeça, não acabou. É fazer o resultado lá. O Cristóvão com certeza tem o nosso apoio”, declarou.

Com o resultado, o Vasco terá que vencer, ou empatar por dois ou mais gols para se classificar contra o Vitória, na próxima quinta-feira, em Salvador. Antes disso, os cruzmaltinos estreiam na Taça Rio, neste domingo, contra o Macaé, no estádio Nilton Santos.