Nenê diz que Fluminense 'é time para brigar pela Libertadores' e vê jogo difícil contra o Inter

LANCE!
·2 minuto de leitura


Se no final do primeiro turno o Fluminense era só empolgação e até sonho com o título, as duas derrotas nesse início do returno acabaram tirando a equipe do G6. Para o meia Nenê, porém, a equipe está viva na briga por uma vaga na Libertadores do ano que vem. Em entrevista coletiva nesta quarta-feira, no CT Carlos Castilho, o jogador frisou a disputa acirrada no Campeonato Brasileiro por todas as posições.

- Só você ver o primeiro turno: dois jogos e nós fizemos um ponto. Praticamente a mesma coisa. E com jogos totalmente distintos. Acho que faz parte, futebol é resultado. Se você perde, tem essas críticas, desconfiança. Totalmente normal, estamos acostumados. Acredito, sim, que o Fluminense tem time para estar entre os quatro primeiros, quinto, sexto... É um time para brigar pela Libertadores, com certeza - disse o meia.

- Estamos em oitavo, mas a quantos pontos do terceiro? A diferença é muito pouca. Está tudo embolado, em aberto. Está no começo do segundo turno. Claro, cada jogo é uma final. Não podemos perder pontos, mas são coisas que acontecem. Não vamos ganhar todos os jogos. Nem o time que está na primeira colocação, ganha. É a gente mostrar a cada dia, cada jogo que essas pessoas que não acreditam estão equivocadas - completou.

Seguindo a lista de confrontos complicados nesse início de turno, o Fluminense terá o Internacional pela frente neste domingo, às 18h15, e Porto Alegre, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro. Nenê relembrou a força colorada dentro de casa, mesmo com a mudança no comando. O Tricolor não vence no Beira-Rio desde 2012.

- O fato de o Internacional estar em duas outras competições (Copa do Brasil e Libertadores) pode ser interessante para nós, já que eles têm desgaste maior e foco também em outras competições. Nosso jogo vai ser muito difícil do mesmo jeito. Eles são muito fortes no Beira Rio. Pode ser que a situação nos dê uma vantagem física e mental, mas na hora do "vamos ver" ninguém vai lembrar disso - afirmou.

Diversas equipes do futebol brasileiro tem sofrido com um aumento significativo nos casos de Covid-19, inclusive o Palmeiras, adversário da última rodada, e o Internacional. Nenê destacou as medidas necessárias para que o ambiente se torne mais seguro para os atletas durante a pandemia.

- Realmente está voltando muito forte. Então temos que ter muitos cuidados. Parecia que já tinha normalizado, aí inconscientemente você acaba relaxando... Não pode. A gente tem que ter todos os cuidados possíveis. Até quem já pegou. Tem que seguir todos os protocolos ao máximo, principalmente fora daqui. Acho que o que está tendo problema é fora do ambiente de trabalho. Nos clubes estão fazendo todos os protocolos de saúde necessários para que a gente esteja bem, então é cada um dentro do seu ciclo familiar ou fora de casa, tenha esses cuidados para não trazer essa doença para dentro do clube, acabar transmitindo e piorando ainda mais - finalizou.