"Nem Jesus agradou a todos" - Autor da escultura de Cristiano Ronaldo se defende

Escultor Emanuel Santos diz que craque português gostou da sua obra, mesmo ela tendo sido muito criticada

O artista por trás da escultura muito criticada de Cristiano Ronaldo afirma que a estrela do Real Madrid está feliz com a obra, que causou bastante agitação no aeroporto da Ilha da Madeira desde a última quarta-feira (29). Emanuel Santos, criador da peça, insiste que o jogador de 32 anos deu sua aprovação antes da grande revelação e que ele claramente não ficou preocupado com a opinião dos outros.

"Nem Jesus não agradou a todos, é uma questão de gosto, então não é tão simples quanto parece", disse Emanuel Santos. "Usei como base algumas fotos de Cristiano que encontrei na internet, nada específico. Coloquei as fotos ao meu redor e comecei a trabalhar no busto. O que importa é o impacto que este trabalho gerou. Sempre existe a possibilidade de fazer a diferença e eu estava preparado para isso".

"Cristiano viu as fotos que seu irmão o enviou. Eu estava com o irmão dele no museu de Cristiano, em Madeira, e pelas mensagens que ele mandou, dá para dizer que ele gostou do que viu. Ele me pediu apenas para mudar algumas rugas em seu rosto, que lhe conferem certa expressão quando está prestes a rir. Ele disse que as rugas o faziam parecer mais velho, por isso me pediu para amaciá-las e deixa-lo com uma aparência mais jovem. Mas eles me deram o sinal verde para prosseguir; eles gostaram do que viram", acrescentou o escultor.

Apesar de não abordar diretamente a questão da escultura, Cristiano Ronaldo falou do seu prazer em ver as suas conquistas reconhecidas em Portugal na sua terra natal.

"Ver o meu nome dado a este aeroporto é algo muito especial, todo mundo sabe que estou orgulhoso do meu país e, especialmente, a minha cidade natal. Muito obrigado ao presidente do governo regional Miguel Albuquerque por ter tido coragem e firmeza para fazer isso", disse o craque do Real Madrid.

O jogador de 32 anos mais tarde ainda postou no Twitter: "Feliz e honrado por ter o meu nome dado ao aeroporto da Madeira!"