Negociado pelo Palmeiras, Dudu ainda não sabe quando vai poder deixar o Brasil; entenda o caso

Antonio Mota
·1 minuto de leitura

A semana passada marcou o fim, mesmo que até então temporário, de uma era no Palmeiras, que aceitou emprestar o ídolo Dudu ao Al-Duhail, do Qatar, por uma temporada, com possibilidades de compra ao fim do empréstimo. Contudo, apesar de tudo acertado, ele ainda não viajou para se apresentar no seu novo clube.

Isto porque, conforme informações do UOL Esporte, o atacante de 28 anos ainda precisa resolver algumas questões burocráticas de sua ida para o Oriente Médio e também alguns assuntos pessoais. Até o momento, não há uma data confirmada para o atleta deixar o país.


Dudu, apesar de negociado, ainda não tem data para deixar o Brasil.
Dudu, apesar de negociado, ainda não tem data para deixar o Brasil.

A princípio, Dudu viajaria para o Qatar no último sábado (11), no entanto, foi impossibilitado por ainda ter algumas pendências para resolver no Brasil. Agora, o agente do atacante espera que ele – independentemente de ainda ter questões particulares para resolver – consiga um voo para amanhã (14). O atleta trabalha para solucionar tudo hoje (13).

Além de precisar resolver questões relacionadas a sua viagem para o Qatar, que restringiu a entrada de estrangeiros – com exceção dos cidadãos e dos residentes no país – por conta da pandemia do novo coronavírus, Dudu ainda se defende judicialmente da acusação de agressão de sua esposa Mallu Ohana. Ambas as situações prendem temporariamente o atleta no Brasil.

O Palmeiras vai receber 7 milhões de euros (R$ 42,1 milhões) pelo empréstimo do atacante. Em caso de os catarianos decidirem ficar com ele em definitivo, o Alviverde Paulista vai embolsar mais 6 milhões de euros (R$ 36,1 milhões). Para finalizar o processo, Dudu ainda precisa passar por exames médicos e assinar o contrato – que deve fazer assim que conseguir viajar.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.