Negociado pelo Fluminense, Metinho embarca para a Europa: 'Vou em busca dos meus sonhos e objetivos'

·2 minuto de leitura


Negociado pelo Fluminense junto ao Grupo City, o jovem Metinho, cria de Xerém, embarcou para a Europa nesta terça-feira. Em sua rede social, o jogador fez uma postagem se despedindo da família e do país. No primeiro momento, o meio-campista defenderá as cores do Troyes, da França.

+ Confira e simule a tabela do Campeonato Brasileiro


- Vou sentir muita saudades da família e dos amigo, mas sei que Deus está no controle e vou em busca dos meus sonhos e objetivos, que Deus me abençoe nesse novo desafio fé na caminhada - disse Metinho em sua rede social.

+ Confira quem mais vestiu a camisa do Fluminense na história

Vale lembrar que a liberação de Metinho para se apresentar ao Troyes, da França, seis meses antes do previsto desagradou o jovem e os familiares. A negociação foi de 5 milhões de euros (R$ 30 milhões) mais bônus de até 8 milhões de euros (R$ 48,6 milhões).

+ Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

Com isso, o presidente Mário Bittencourt publicou um vídeo em sua rede social negando que tenha havido qualquer problema e explicando como se deu a decisão pela liberação do atleta. Metinho faz parte da geração de ouro que conquistou o Campeonato Brasileiro sub-17 e tem nomes como Kayky, Matheus Martins, entre outras promessas.

O volante estava treinando com a equipe sub-23 e chegou a jogar entre os profissionais no Campeonato Carioca. A "Pro Manager", empresa que gerencia a carreira de Metinho, divulgou uma nota oficial sobre a negociação na época em que o pai do atleta se pronunciou.

+ Fluminense ultrapassa R$ 387 milhões com vendas de joias de Xerém em 10 anos


"Os representantes do volante Metinho, do Fluminense, juntamente com seu pai, vêm a público esclarecer pontos importantes referentes a notícias envolvendo o atleta, publicadas no NetFlu.

Em nenhum momento foi garantido a Metinho, por contrato ou qualquer outro tipo de acordo, tempo de jogo do atleta no time profissional do Fluminense. Após a conclusão da negociação, ficou acertado que ele ficaria mais um ano no clube para que concluísse seu desenvolvimento profissional, o que foi aceito pelo Grupo City desde que houvesse “minutagem” do jogador em campo pelo time principal do Fluminense.

Como o atleta não deverá ser utilizado pela equipe profissional, houve consenso entre o Fluminense e o Grupo City, em concordância com o que foi estabelecido no acordo, de que o jogador fosse liberado.

Também cabe ressaltar que em nenhum momento o jogador pediu a qualquer profissional da comissão técnica que fosse mais aproveitado na equipe principal".

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos