Negociação para aquisição de Benítez cai em 'ponto morto' e preocupa torcida do Vasco

Nathalia Almeida
·1 minuto de leitura

Estamos caminhando para o mês de dezembro e, até aqui, o torcedor do Vasco tem pouquíssimo a celebrar em relação à temporada do clube. Um dos poucos alentos para os cruzmaltinos está em sua 'dupla de gringos', Germán Cano e Martín Benítez, referências técnicas do atual elenco. Um deles, no entanto, não tem sua permanência assegurada em São Januário para a sequência de 2020.

Como destaca o UOL Esportes, as tratativas para a aquisição do armador argentino estão completamente estagnadas, após a decisão do atual presidente, Alexandre Campello, de esperar o resultado das eleições no clube para dar um desfecho à transação. Por se tratar de um investimento altíssimo - o Independiente pede R$ 22 milhões pelos direitos econômicos do camisa 10 -, o mandatário julgou ser mais prudente aguardar a definição de quem será o novo presidente, para debater em conjunto a melhor forma de tocar a negociação.

2020 Brasileirao Series A: Santos v Vasco da Gama Play Behind Closed Doors Amidst the Coronavirus | Miguel Schincariol/Getty Images
2020 Brasileirao Series A: Santos v Vasco da Gama Play Behind Closed Doors Amidst the Coronavirus | Miguel Schincariol/Getty Images

O cenário de momento gera preocupação no torcedor do Vasco, afinal, as eleições presidenciais do clube não transcorreram de forma amena e já há disputa judicial em torno da mesma. Desta forma, a definição do pleito segue em suspeito, colocando as negociações pela manutenção de Benítez em 'ponto morto', restando apenas um mês para o encerramento de seu empréstimo.

Em meio a tudo isso, o camisa 10 aguarda com expectativa a definição de seu futuro, tendo a permanência em São Januário como seu principal desejo/objetivo: bem adaptado ao Vasco e ao Rio de Janeiro, o argentino não esconde sua vontade de seguir no clube.