Negociação entre Grêmio e clube espanhol por Isidro Pitta está encerrada

Centroavante defendeu, em 2022, o Juventude (Fernando Alves/E.C. Juventude)


Segundo informação inicialmente divulgada pelo jornalista Venê Casagrande e que foi confirmada pelo Futebol Latino, o Grêmio encerrou as conversas com o Huesca-ESP para a contratação via empréstimo do atacante paraguaio Isidro Pitta.

Depois da boa temporada feita pelo jogador de 23 anos com a camisa do Juventude (oito gols e três assistências ao longo de 42 duelos realizados), o Tricolor abriu negociações com a equipe que detêm seus direitos e que já havia indicado que não contava com os serviços de Pitta para 2023.

>Tite confirma o retorno do atacante Neymar contra a Coreia: 'Vai para o jogo'

O Imortal chegou a apresentar uma proposta oficial na base de 220 mil euros (equivalente a R$ 1,1 milhão na atual cotação) para obter o atacante com vínculo tendo duração até o fim de 2023.

Todavia, a questão financeira foi o grande entrave das tratativas já que, em forma de contraproposta, o Huesca concordou com o período contratual, mas pediu o pagamento de 350 mil euros, algo que equivale a R$ 1,9 milhão. Algo que, após "esfriar" o interesse da cúpula gremista, rendeu a resposta por parte do clube brasileiro de que as conversas estavam encerradas.

Dessa forma, o Grêmio segue no mercado em busca de peças para seguir reforçando seu plantel visando 2023 onde os nomes dos meio-campistas Franco Cristaldo (pertencente ao Huracán-ARG) e Felipe Carballo, vinculado ao Nacional-URU, são os apontados como em negociações mais avançadas.