NBA pede que não sejam feitos testes de coronavirus em jogadores sem sintomas

AFP
El sindicato de jugadores de la NBA comenzó un sondeo entre sus miembros para determinar si quieren regresar a las pistas esta temporada, informó ESPN.
El sindicato de jugadores de la NBA comenzó un sondeo entre sus miembros para determinar si quieren regresar a las pistas esta temporada, informó ESPN.

A NBA recomendou a suas equipes que não testem o novo coronavírus para jogadores que não apresentam sintomas da doença, ao considerá-lo inadequado, dada a falta de amplo acesso ao teste nos Estados Unidos, informou a ESPN nesta sexta-feira.

Em um memorando, a NBA observou que "no momento, não é apropriado no ambiente atual de saúde pública testar regularmente o coronavírus para todos os jogadores e funcionários", informou a ESPN, citando fontes anônimas.

A NBA recebeu críticas em março passado, quando, após o contágio de Rudy Gobert, que levou à suspensão da temporada, algumas equipes foram autorizadas a testar todos os seus jogadores para COVID-19, numa época em que havia escassez desses exames nos Estados Unidos.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

No geral, a disponibilidade desses testes no país continua bem abaixo dos níveis recomendados pelos especialistas em saúde. Os especialistas acreditam que essa situação precisa melhorar antes que o esporte profissional possa obter e usar o grande volume de exames necessários para retomar os jogos com segurança.

Segundo a ESPN, a NBA estima que seriam necessários cerca de 15.000 testes para retomar os jogos e completar a temporada.

O memorando instrui os jogadores a tomarem qualquer decisão sobre os testes "em consulta com um especialista em doenças infecciosas, e considerando as circunstâncias individuais do paciente e orientações sobre testes relacionados à COVID-19 dos CDC (Centros de Controle e Prevenção de Doenças) e a autoridade sanitária local".

As equipes da NBA estão se preparando para dar um pequeno primeiro visando a volta da competição a partir de 8 de maio, quando treinos individuais serão permitidos nas instalações dessas franquias localizadas em áreas onde as autoridades permitirem essas atividades.

Há algumas semanas, o comissário da NBA Adam Silver disse que as decisões sobre o futuro da temporada, se será possível concluí-la e em que formato, serão tomadas a partir desta sexta-feira.

Os Estados Unidos registram mais de um milhão de casos de contágio e mais de 63.000 mortes pelo vírus, segundo a contagem da Universidade Johns Hopkins.

Leia também