NBA multa presidente dos 76ers por tuíte sobre James Harden

·2 minuto de leitura
Daryl Morey, atual presidente de operações do Philadelphia 76ers, em uma coletiva de imprensa quando era gerente geral do Houston Rockets

O presidente esportivo do Philadelphia 76ers, Daryl Morey, foi multado em US$ 50.000 nesta segunda-feira por violar o código de contratações de jogadores da NBA com um tuíte sobre o astro do Houston Rockets, James Harden.

Morey, que foi gerente geral dos Rockets durante 13 anos até o final da temporada passada, também foi protagonista em 2019 de um conflito entre a NBA e o governo chinês por mais uma mensagem no Twitter em apoio aos protestos em Hong Kong.

Em um comunicado, a NBA disse que o atual presidente de operações de basquete dos 76ers recebeu uma multa de US$ 50.000 "por violar a regra anti-tampering (assédio ilegal a atletas de outras equipes) da liga".

"A multa é em resposta a uma postagem excluída nas redes sociais que Morey publicou em 20 de dezembro sobre James Harden, do Houston Rockets", informou a liga.

Harden, cestinha da NBA nas últimas três temporadas, está atualmente em uma disputa com o Rockets por causa de seu desejo de ser negociado com outro time que tenha mais chances de ser campeão.

Segundo relatos nos Estados Unidos, as equipes preferidas de Harden para ser negociado são o Brooklyn Nets e os 76ers, embora os Rockets não tenham informado nenhuma negociação envolvendo o jogador.

Nas últimas semanas, o ala-armador cometeu vários atos de indisciplina, como chegar atrasado para a pré-temporada ou participar de uma festa, pela qual a NBA também o multou em US$ 50.000.

A publicação pela qual Morey foi sancionado, segundo a ESPN, foi um retuíte dos parabéns que o então executivo de Houston deu a Harden por quebrar o recorde de assistências da franquia.

"Neste dia, há um ano. Memórias do Twitter", escreveu Morey na mensagem, que depois apagou.

"Morey disse à liga que foi uma postagem inadvertida de um aplicativo automatizado", disseram fontes à ESPN.

A NBA tem acirrado o combate ao chamado 'tampering' nos últimos anos, proibindo qualquer tipo de contato, mensagem ou manobra com o objetivo de tentar sondar um jogador ou outro integrante de outra equipe que tenha um contrato em vigor.

Morey, responsável pela contratação de Harden pelos Rockets em 2012, foi protagonista no final de 2019 de uma grande polêmica entre a NBA e o governo chinês devido a um tuíte que ele publicou a favor dos protestos pró-democracia em Hong Kong.

O conflito entre a liga e Pequim provocou centenas de milhões de dólares em perdas para a NBA, cujas contas também foram duramente atingidas este ano pela pandemia de coronavírus.

gbv/gfe/aam