NBA diz que violação de protocolo da Covid por LeBron James não representa risco

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
LeBron James em partida do Lakers contra o Phoenix Suns
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

(Reuters) - O astro do Los Angeles Lakers LeBron James não será punido pela Associação Nacional de Basquete dos Estados Unidos (NBA) por ter violado protocolos de saúde e segurança ao participar de um evento promocional, uma vez que a liga disse que não representa risco de disseminação da Covid-19.

Na semana passada, a mídia norte-americana noticiou que LeBron compareceu a uma sessão de fotos ao ar livre de sua marca de tequila com várias celebridades antes da vitória do Lakers sobre o Golden State Warriors.

LeBron, que foi fotografado sem máscara no evento, também jogou na derrota de domingo do Lakers para o Phoenix Suns pela primeira rodada dos playoffs.

"Para esclarecer qualquer concepção equivocada restante, LeBron James esteve brevemente em um evento ao ar livre na semana passada no qual se pediu aos participantes que estivessem vacinados ou apresentassem um resultado de exame negativo", disse a NBA em comunicado.

"Nestas circunstâncias, e consultando especialistas médicos, determinou-se que seu comparecimento não criou riscos relacionados à disseminação da Covid-19, e portanto nenhuma quarentena foi necessária", afirmou.

"No decorrer desta temporada, houve diversas violações semelhantes dos protocolos de saúde e segurança da liga, que foram abordadas com o time do jogador de maneira semelhante".

Pelas regras da NBA, jogadores vacinados podem se envolver em atividades externas, inclusive seus compromissos comerciais individuais.

(Por Shrivathsa Sridhar, em Bengaluru)