Nathan não se reapresenta, e Fluminense aguarda definição para renovar empréstimo do meia

Nathan ainda não definiu se jogará no Fluminense em 2023 (Foto: Marcelo Gonçalves/Fluminense FC)


O elenco do Fluminense se reapresentou no CT Carlos Castilho, na última segunda-feira, porém não contou com Nathan. Apesar do acordo estar bem encaminhado com o Atlético-MG para a renovação do empréstimo por mais um ano, o pai do jogador, que cuida da carreira do meia, ainda não definiu em que clube ele atuará nesta temporada. A informação foi inicialmente divulgada pelo 'Jornal Extra'.

+ MERCADO DA BOLA - Acompanhe as movimentações dos clubes nesta janela de transferências

Além de Nathan, o técnico Fernando Diniz, o meia Jhon Arias e os atacantes Germán Cano e Willian Bigode também não estiveram no CT Carlos Castilho. No momento, há uma indefinição que pode melar o negócio, que já era dado como certo internamente.

Por outro lado, o clube carioca ainda conta com o meia para a temporada 2023 e aguarda a definição e uma posição oficial do staff do jogador. A intenção do Atlético-MG é emprestar novamente o atleta, que não faz parte dos planos do técnico Eduardo Coudet.

Inclusive, tanto Nathan, quanto seus representantes já foram informados sobre a decisão do Galo. Apesar do desejo inicial de vendê-lo, o Atlético-MG enxerga com bons olhos a renovação do empréstimo com o Tricolor.

+ Giovanni chega ao Fluminense em busca de afirmação no futebol brasileiro

Em 2022, o Fluminense desembolsou cerca de R$ 1 milhão pelo empréstimo de Nathan junto ao Atlético-MG. Vale destacar que a opção de compra girava em torno de 5 milhões de euros (cerca de R$ 26 milhões), porém o valor era considerado alto para a realidade financeira tricolor. Na temporada, o meia apareceu como opção para a construção das jogadas, sendo reserva na maior parte das do ano.

O armador disputou 38 partidas e fez cinco gols pelo Tricolor. Com a camisa do Galo, por sua vez, Nathan esteve presente no elenco que conquistou os títulos do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil em 2021. Dessa forma, foram 118 jogos e 14 gols marcados.