NASCAR: Hamlin vence a segunda prova da Cup em Pocono

Jim Utter
motorsport.com

Em Pocono, a disputa pelo topo da NASCAR Cup se fechou em torno de dois pilotos: Denny Hamlin e Kevin Harvick. Enquanto no sábado Harvick ficou com a vitória com Hamlin em segundo, a situação na prova do domingo foi a inversa.

Hamlin usou uma estratégia inteligente de paradas para sair na frente de Harvick em um período de 51 voltas com bandeira verde para vencer facilmente no domingo, em mais uma prova afetada pela chuva.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também:

NASCAR: Harvick vence pela primeira vez em Pocono pela Cup; domingo será inédito com provas das três categoriasLinha do tempo: entenda polêmica do suposto símbolo do racismo americano encontrado no box de Bubba Wallace

Mas a chuva do final de semana fez do domingo um dia especial para a NASCAR. Pela primeira vez, suas três categorias correram no mesmo circuito e no mesmo dia. Isso aconteceu porque a prova da Truck de sábado precisou ser adiada para a manhã do domingo devido à chuva. Na Truck, a vitória ficou com Brandon Jones, enquanto na Xfinity Chase Briscoe cruzou a linha de chegada em primeiro.

A chuva deixou uma dúvida se seria possível a disputa da prova de 325 milhas na íntegra, mas ela foi completada apenas dez minutos após o pôr-do-sol. 

A vitória de Hamlin foi a sua sexta em Pocono e agora ele empata com Jeff Gordon como o maior vencedor da Cup na pista. Hamlin já acumula quatro vitórias na temporada 2020, mais do que qualquer outro piloto, desempatando com Harvick que havia conquistado seu terceiro triunfo no sábado.

"Ele é inacreditável. Ele fez um ótimo trabalho com a equipe", disse Hamlin sobre seu chefe, Chris Gabehart e sua estratégia vencedora de paradas. "Isso vem do trabalho feito na fábrica. Isso vai além do que acontece nos dias de corrida. Seis vitórias, nem consigo descrever o que isso significa para mim".

"Eu só estava torcendo para não ter amarelas. Eu sabia que tinha o carro em mãos e tentei manter minha vantagem [sobre Harvick]. Eu não queria cometer erros como fiz em Bristol, dando a vitória a ele. Só queria andar do melhor modo possível e, obviamente, Chris estava prestando atenção à estratégia e tomou a decisão correta".

Harvick terminou em segundo, com Erik Jones em terceiro, Chase Elliott em quarto e Aric Almirola em quinto. Completando o Top 10, Matt DiBenedetto, William Byron, Clint Bowyer, Alex Bowman e Martin Truex Jr.

Raio-X de Hamilton: veja a metamorfose e as histórias inéditas do maior piloto da F1 na atualidade

PODCAST: F1 pronta para volta! Sérgio Sette Câmara explica como será protocolo detalhado

Your browser does not support the audio element.

Leia também