Nado artístico do Flu participa virtualmente da disputa do Torneio Brasileiro da categoria

LANCE!
·1 minuto de leitura


A equipe de nado artístico do Fluminense passou, na última quinta-feira, por mais um desafio imposto pela pandemia de Covid-19. As atletas da equipe de nado artístico gravaram na piscina do clube, em Laranjeiras, rotinas de solo com cinco elementos predefinidos pela diretoria técnica da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos de olho no Torneio Brasileiro da modalidade. Neste ano, a competição foi disputada virtualmente devido aos protocolos de isolamento social. O desempenho dos atletas será julgado pela CBDA de 11 a 13 de dezembro.

A participação na competição é pré-requisito para a Seletiva Nacional, que definirá as seleções representantes do Brasil nas competições internacionais de 2021. Serão 18 atletas convocados para a seleção brasileira juvenil, outros 20 atletas para a equipe júnior e mais 20 atletas para a seleção sênior.

- Apesar desse 'novo normal' que estamos vivendo, é importante vivenciar isso como atleta e sentir essa adrenalina. Estamos confiantes e felizes em competir mesmo diante de tudo isso que está acontecendo - declarou o atleta Fabiano Ferreira.

Com a experiência de quem já disputou a Rio-2016 e está desde 2007 na seleção brasileira, Maria Bruno detalhou como é lidar com a nova rotina.

- Estamos nos adaptando a esse ano totalmente diferente e espero voltar ao nosso normal em breve. O Torneio foi bom para podermos praticar o que tanto treinamos e competir mesmo que seja de uma forma tão diferente - declarou.

Mesmo com a competição sendo disputada em um novo molde, Anna Giulia Veloso não esconde sua ansiedade pela competição.

- É a primeira competição do ano, é diferente, mas estávamos muito ansiosos para competir - disse.